A mulher de Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), segue foragida. Na manhã desta terça-feira, o Batalhão de Choque da Polícia Militar... Pista falsa: mulher de Queiroz não é encontrada em BH

A mulher de Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), segue foragida. Na manhã desta terça-feira, o Batalhão de Choque da Polícia Militar e o Ministério Público de Minas Gerais, a pedido do Ministério Público do Rio de Janeiro, não encontraram Márcia Oliveira Aguiar em imóveis, na zona norte de Belo Horizonte (MG).

A prisão de Márcia foi pedida pelo juiz Flávio Itabaiana, da 27ª Vara Criminal do RJ, na última quinta-feira. Ela era funcionária fantasma do gabinete de Flávio Bolsonaro quando ele era deputado estadual na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj).

Enquanto isso, nesta terça-feira, o advogado Luiz Gustavo Botto Maia foi exonerado do cargo de assessor parlamentar do deputado estadual Renato Zaca (sem partido-RJ).

O advogado é um dos investigados pelo MP-RJ no esquema da “rachadinha”, o desvio de dinheiro público na Alerj. Só Queiroz teria movimentado quase R$ 3 milhões, valores que foram utilizados para pagamentos de contas pessoais de Bolsonaro e “lavado” em compra de imóveis e de uma loja de chocolates.

Segundo os procuradores da Justiça, em janeiro, Botta Maia e Queiroz teriam adulterado as folhas de ponto dos funcionários da Assembleia. Vários eram funcionários fantasmas como a mulher e as filhas do ex-assessor de Bolsonaro.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado.