O mundo já perdeu 580.532 pessoas por causa do coronavírus. O número global de casos é de 13.405.694. Os números foram divulgados às 16h20... Tóquio decreta alerta máximo por causa do aumento de casos de coronavírus

O mundo já perdeu 580.532 pessoas por causa do coronavírus. O número global de casos é de 13.405.694. Os números foram divulgados às 16h20 desta quarta-feira (15), pela Universidade Johns Hopkins, dos Estados Unidos (EUA).

Os Estados Unidos lideram a lista com 136.940 mortes e 3.465.031 casos. Ontem (14), o número de casos em 24h foi de 67.000, recorde no país.

Nesta quarta-feira (15), o presidente Donald Trump causou mais uma polêmica ao determinar que os hospitais enviem todas as informações dos pacientes de Covid-19 para uma central de banco de dados na capital Washington. Até então a ordem era para remeter as informações para os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC).

Em um comunicado à imprensa, um assessor de Trump, Michael Caputo justificou a mudança afirmando que “o novo sistema de dados mais rápido e completo é o que a nossa nação precisa para derrotar o coronavírus, já que o CDC tem um atraso de uma semana na comunicação de dados do hospital”.

A medida foi criticada por especialistas em saúde que temem o uso político dos dados e prejuízos na divulgação dos balanços sobre a doença.

Enquanto isso, os parques temáticos da Flórida (foto), que reabriram esta semana, estão praticamente desertos. Não há filas de espera nas atrações. A Flórida é um dos novos epicentros do coronavírus nos EUA. A região de Orlando, onde ficam a maioria dos parques, tem registrado uma segunda onda da doença.

Tóquio entrou em estado de alerta máximo nesta quarta-feira (15), por causa do aumento de casos de Covid-19. Só na semana passada, a média foi de 243 pessoas infectadas por dia. Na região metropolitana da capital japonesa, vivem 37 milhões de pessoas.

Houve crescimento de casos entre os jovens e os principais focos de infecção são estabelecimentos noturnos, escritórios e nas residências.

Por enquanto, a governadora Yuriko Koike descartou o fechamento de lojas ou a suspensão de eventos.

O Japão mantém as fronteiras fechadas e nega a entrada de estrangeiros provenientes de mais de 100 países, incluindo os que têm visto de residência permanente.

A estratégia de combate ao coronavírus tem sido bem sucedida. O número de mortes (984) não sobe há três semanas e o número de casos está em 22.880.

Outro exemplo de sucesso no início da pandemia, a Austrália está enfrenta uma segunda onda. Foram registrados 259 novos casos nas últimas 24h e o país passou da barreira das 10.000 pessoas infectadas pelo coronavírus. Agora são 10.510. O número de mortes chegou a 111.

O estado de Victoria, onde fica Melbourne, passou o vizinho estado de New South Gales, da maior metrópole australiana, Sydney, como epicentro da doença no país.

Na Argentina, o número de mortes se aproxima de 2.000. De acordo com a Universidade Johns Hopkins, são 1.987. O número de casos (3.645) nas últimas 24h foi recorde. Agora, são 106.910 infectados pelo coronavírus.

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, decretou o endurecimento das regras de quarentena na capital Caracas e no estado vizinho de Miranda, a partir desta quarta-feira (15).

Maduro publicou numa rede social que, o aumento de casos de coronavírus no país se deu pela entrada ilegal de estrangeiros.

O ministro do Petróleo, dois governadores e 100 militares estão entre as pessoas com a doença. A Venezuela registrou 10.010 casos e 96 mortes. Os números são do levantamento feito pela Universidade Johns Hopkins.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *