O ministro Luiz Fux assume a presidência do Supremo Tribunal Federal (STF) nesta quinta-feira (10). Ele promete uma gestão dedicada ao combate à corrupção... Ministro Luiz Fux assume hoje a presidência do STF, com a ministra Rosa Weber de vice

O ministro Luiz Fux assume a presidência do Supremo Tribunal Federal (STF) nesta quinta-feira (10).

Ele promete uma gestão dedicada ao combate à corrupção e à proteção do meio ambiente.

A ministra Rosa Weber será a vice.

O mandato de Fux é de dois anos e ele substitui o ministro Dias Toffoli.

A cerimônia de posse está marcada para às 16h e vai seguir os protocolos de saúde, como o uso obrigatório de máscara.

Os presidentes da República, Jair Bolsonaro, do Senado, David Alcolumbre (DEM-AP), da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ); o Procurador-Geral da República, Augusto Aras, o presidente do Conselho Federal da OAB, Felipe Santa Cruz, deverão acompanhar a solenidade.

A tradicional foto com a nova composição dos ministros do STF não será feita e também não haverá cumprimentos nem recepção.

Cerca de 4 mil convidados assistirão a posse por meio virtual.

O carioca Luiz Fux tem 67 anos, é formado em Direito pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e trabalhou como advogado por dois anos.

Foi promotor de Justiça por mais três anos e ingressou na magistratura, como juiz estadual, em 1983.

Foi ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) por 10 anos.

Especialista na área cível, coordenou o grupo de trabalho do Congresso responsável pelo Código de Processo Civil sancionado em 2015.

Fux está no STF desde 2011, quando foi indicado pela então presidente Dilma Rousseff para ocupar a vaga aberta com a aposentadoria do ministro Eros Grau.

Em 2018, substituiu o ministro Gilmar Mendes na presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e se destacou pela defesa da aplicação rigorosa da Lei da Ficha Limpa, aprovada em 2010.

A despedida de Toffoli nesta quarta-feira (9) foi marcada pela rejeição do pedido de suspensão do afastamento de Wilson Witzel (PSC-RJ) do governo do Rio de Janeiro e pela presença ao presidente Bolsonaro, que se sentou ao lado dele.

Agora, ele vai integrar a Primeira Turma do STF ao lado dos ministros Rosa Weber, Marco Aurélio Mello, Luís Roberto Barroso e Alexandre de Moraes.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado.