O número de mortes por Covid-19 no Brasil chegou a 135.203, e o de casos, 4.466.828. Os dados foram divulgados às 13h desta sexta-feira... Anvisa libera mais voluntários para testes de vacina contra Covid-19:  ministro do Turismo está com coronavírus

O número de mortes por Covid-19 no Brasil chegou a 135.203, e o de casos, 4.466.828.

Os dados foram divulgados às 13h desta sexta-feira (18) pelo consórcio de veículos de mídia.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a participação de mais mil voluntários na Fase 3 dos testes clínicos da vacina contra Covid-19 desenvolvida pela multinacional americana Pfizer e a empresa alemã de biotecnologia, BioNTech.

A faixa etária passou de 18 anos para 16 anos.

Agora, são 2 mil voluntários brasileiros que participam dos testes em São Paulo e na Bahia.

A vacina é considerada uma das mais promissoras do mundo.

Ela já foi vendida para os EUA (100 milhões de doses), União Europeia (200 milhões de doses) e Japão (120 milhões de doses).

Em Boa Vista, todos os 10 leitos do Hospital Geral, o principal do Roraima, estão ocupados.

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, testou positivo para Covid-19.

Segundo a assessoria dele, o ministro está sem sintomas e está isolado em casa, de onde despacha normalmente.

Ele é o 9º ministro do governo Bolsonaro que contraiu a doença.

Em entrevista coletiva, o prefeito ACM Neto (DEM-BA)O prefeito ACM Neto anunciou hoje (18), a reabertura parcial de algumas praias de Salvador e somente de terça a sexta-feira, sem limitação de horário.

As praias do Porto da Barra, Buracão e Paciência continuarão fechadas.

O comércio das praias também não foi liberado.

A Guarda Civil será responsável pela fiscalização e tem ordens para retirar banhistas desobedientes das praias.

“É difícil ser babá de adulto 24 horas. Infelizmente nem todo mundo tem consciência e é claro que teremos gente burlando as regras. Eu falo isso com tristeza, mas é a realidade. Por exemplo, eu não posso deixar a Guarda [Civil] 24 horas no Porto da Barra para barrar a entrada das pessoas. A guarda faz o que tem que fazer. Vão ter rondas, como temos feito há muito tempo e, se tiver gente nas praias de forma inadequada, serão tiradas”.

“O que custa as pessoas cumprirem o protocolo? Não ir ao Porto da Barra mata alguém? Não. Mas o coronavírus mata”, acrescentou o prefeito.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado.