A pandemia de Covid-19 já matou 1.638.565 pessoas e infectou outras 73.613.809 em todo o mundo. Os dados da Universidade Johns Hopkins (EUA) foram... UE espera começar a vacinação antes do Natal: Alemanha bate recordes de mortes e casos de Covid-19

Londres

A pandemia de Covid-19 já matou 1.638.565 pessoas e infectou outras 73.613.809 em todo o mundo.

Os dados da Universidade Johns Hopkins (EUA) foram divulgados às 10h40 desta quarta-feira (16).

Os EUA lideram em números de mortos (303.867) e de casos (16.725.039).

A Argentina passou de 1 milhão e 500 mil casos (1510.203) e de 41 mil mortes (41.204).

Buenos Aires (foto Diana Suckeveris)

A União Europeia (UE) poderá começar a vacinação em massa ainda neste mês.

Em sessão do Parlamento Europeu, em Bruxelas, na Bélgica, a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen declarou que todos os 27 países do bloco iniciarão a campanha no mesmo dia, assim que uma vacina for aprovada pela Agência Europeia de Medicamentos (AEM).

“Começaremos a vacinação o mais rápido possível todos juntos, todos os 27, no mesmo dia, da mesma forma que passamos por esta pandemia juntos. No total, compramos doses mais do que suficientes para todos na Europa e poderemos apoiar nossos vizinhos e aliados em todo o mundo”.

Na segunda-feira que vem (21), a AEM, cuja sede é em Amsterdam, na Holanda, vai se reunir para discutir a aprovação da vacina Pfizer/BioNTech, a mesma que já está sendo utilizada nas campanhas nacionais do Reino Unido, EUA e Canadá.

Se ela for liberada, é possível que a UE comece a imunizar a população antes do Natal.

O bloco europeu já comprou 2 bilhões de doses de 6 vacinas: Pfizer/BioNTech, Oxford/AstraZeneca, Janssen/Johnson & Johnson, CureVac, Moderna e Sanofi-GlaxoSmithKline.

Caso todas sejam aprovadas pelo AEM, os 27 países terão um estoque considerável para todas as populações que somam cerca de 450 milhões de habitantes e ainda contarão com excedente para vacinar quase 600 milhões de pessoas.

Na Alemanha, os números de mortes (910) e de contaminados (33.825) por Covid-19 das últimas 24h são os maiores desde o início da pandemia.

Berlim

No Reino Unido, mais de 138 mil pessoas já foram vacinadas contra a doença, mas a capital Londres entrou hoje (16) em um novo período de regras rígidas de quarentena.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *