A subserviência de Adjuto e o fascismo de Regina Duarte criaram uma das peças mais bizarras da história do jornalismo contemporâneo. Ela, por seu... A descontrolada e o capacho – O arranjo montado pela CNN para entrevistar Regina Duarte

Uma entrevistada descontrolada e chiliquenta. Um repórter servil, pronto para intervir em favor da entrevistada com o objetivo de evitar o desconforto das perguntas dos colegas. E uma bancada impedida de exercer seu mister pelo representante da emissora em campo, o repórter Daniel Adjuto. Este foi o cenário em que se ambientou a vexaminosa entrevista de Regina Duarte à mais nova rede de televisão do País, a CNN.

A subserviência de Adjuto e o fascismo de Regina Duarte criaram uma das peças mais bizarras da história do jornalismo contemporâneo. Ela, por seu descontrole e pelo enaltecimento ao fascismo. Ele, porque literalmente passou pano para a entrevistada, impedindo que a bancada do programa fizesse perguntas. Não se sabe que acordo fizeram entrevistador e entrevistada, mas o resultado foi simplesmente deplorável.

Enquanto a secretária saudava e justificava a tortura, o repórter se esqueceu das normas éticas que deveriam reger a profissão. Adjuto quase não teve voz para contrapor argumentos às loas que a ex-atriz tecia à tortura (“todo dia morre gente”…, “na história, sempre houve tortura”). Na sequência, tentou desesperadamente encerrar a entrevista para evitar que a inquirição dos colegas do estúdio incomodasse o humor da colérica ex-namoradinha do Brasil.

O Código de Ética dos Jornalistas — os dois, o da FENAJ e o da ABI — diz expressamente que “é dever do jornalista opor-se ao arbítrio, ao autoritarismo e à opressão, bem como defender os princípios expressos na Declaração Universal dos Direitos Humanos”.

Não foi  o que ocorreu ali. Pensando mais no conforto espiritual da entrevistada do que no público que se escandalizava com a pior performance da vida de Regina Duarte numa emissora de televisão, o repórter tentou impedir que os colegas do estúdio fizessem perguntas. “Vou encerrar a entrevista por causa do estado de saúde da secretária”, disse o jornalista, tentando tirar Regina Duarte da cena em que ela própria se colocou.

Não cabe a um jornalista zelar pelo conforto do entrevistado. A pergunta da excelente Daniela Lima era absolutamente pertinente. Não deveria ensejar outra atitude do repórter que não insistir para que a secretária respondesse. Mas não foi o que aconteceu. A entrevista da CNN terminou de maneira melancólica. Se ficou ruim para Regina Duarte, não acabou melhor para a emissora.

O esforço do repórter em proteger a assessora de Bolsonaro não funcionou onde mais deveria: a extrema-direita brasileira. Uma das poucas vozes a se erguer em defesa da estrepitosa secretária foi a do General Villas-Boas, que dispensa apresentação. Ele disse, numa nota, que ficou “encantado pela demonstração de humanismo, grandeza, perspicácia, inteligência, humildade, segurança, doçura e autoconfiança” de Regina Duarte (Será que o general assistiu à mesma entrevista que eu?).

O ex-comandante militar, uma espécie de guru dos saudosistas do tempo das casernas, fez uma ressalva. Sentiu-se decepcionado pela “atitude desrespeitosa dos entrevistadores e âncoras da emissora, a quem faltou ‘honestidade intelectual’”, sem especificar o que entende por honestidade intelectual. Como pode um jornalista ousar perguntar coisas a um funcionário de Bolsonaro? Que atrevimento dessa extrema imprensa, não é, general?

É claro que uma horda de robôs e milicianos apareceu prontamente para massacrar os jornalistas que se atreveram a ensaiar perguntas que o repórter não deixou Regina Duarte responder. Se você quer saber o que o rebanho bolsonarista achou desse arranjo da CNN, basta ler as críticas que se seguiram ao tuíte que mostrou o video que despertou o espírito animal de Regina Duarte.

CNN Brasil

@CNNBrasil

Veja vídeo completo que a atriz Maitê Proença enviou, a pedido da CNN, sobre a atuação da secretária de Cultura, Regina Duarte: https://cnnbr.tv/2WEeLM6 

Ver imagem no Twitter
5.423 pessoas estão falando sobre isso
Fabio Pannunzio
  • Selma

    8 de maio de 2020 #1 Author

    Perfeito, Fábio! Sempre o admirei e continuo a admirá-lo pela lucidez.
    A ex namoradinha do Brasil hoje é uma bruxa feia e velha e fascista!

    Responder

  • Débora Carolina

    10 de maio de 2020 #2 Author

    Somente uma pequena ressalva, com todo respeito é claro! Para quem desconhece, a CNN ( Cable News Network) é uma rede de emissoras, canais de noticiários 24 horas por assinatura, estadunidense, de propriedade da Warner Media, fundada no ano de 1980 por Ted Turner, com o seu center ( sede) principais estúdios localizados em Atlanta City, no estado americano da Georgia e mesmo diante da enxurrada de críticas recebidas pela sua dramaticidade nas coberturas ao vivo, expor os repórteres aos perigos, como em 2017, durante as passagens dos furacões Harvey, Irma e Maria, os profissionais foram obrigados a permanecerem no olho dos ventos literalmente em nome da qualidade da notícia, de levar o telespectador para dentro do fato, que inclusive é um dos lemas do canal, no ano de 2019, a CNN, conseguiu abocanhar o 3 lugar entre as redes de notícias a cabo mais assistidas dentro do território norte americano, em meio a polêmicas com o presidente Trump, qual a emissora declara publicamente ser opositora, inclusive chegou a ter jornalistas entre eles um dos mais conhecidos, Jim Acosta, com as credenciais de licença à Casa Branca suspensas pela própria instituição federal , por importunação ao presidente e ele ( Trump) afirmar em diversas ocasiões que absolutamente ninguém assiste aquele lixo de fake News! Aos trancos, barrancos e barracos eles vão levando o seu estilo único, pontual e contestado jornalismo adiante… Que gostando ou não… Tem nada mais nada menos que Christiane Amanpour…

    Responder

  • Débora Carolina

    10 de maio de 2020 #3 Author

    Parte 2 da ressalva: Desde 1997, a Espanha, a Guiné Equatorial e os Países da América Latina ( Brasil excluído como de praxe) conta com a versão em espanhol do canal, que é integrado por uma equipe de jornalistas maioria mais alinhados as visões políticas ideológicas da esquerda moderada e da extrema esquerda, como liberação total das drogas, do aborto , taxas as grandes fortunas, críticas ao nosso Brasil, pelo fato dele se considerar tão distante dessa América latina, teimar em estreitar mais os laços com os EUA e a Europa, mesmo tendo consciência que fala português ( língua latina) e o seu povo é originário, miscigenado com afrodescendentes e indígenas, processo semelhante ocorrido nas demais sociedades formadoras das nações latino americanas. Profissionais de imprensa realmente provocadores, sem mordaças nas bocas, como a mexicana Carmen Aristegui, que entrevistou a ex presidente Dilma, Fernando Del Rincón , Juan Carlos Lopez e Francho Baron, correspondente aqui no Brasil! Em 2016, 2017 e durante todo o período de campanha eleitoral do Brasi em 2018l, os jornalistas juntamente aos entrevistados entre eles cientistas políticos, sociólogos, do canal, fizeram questão de denunciar Jair Messias Bolsonaro, atual presidente, como uma grande ameaça as democracias e estabilização da paz no contexto continente americano do Sul!

    Responder

  • Débora Carolina

    10 de maio de 2020 #4 Author

    Parte 3: Ao contrário da Matriz lá nos EUA, que se mantém apartidária, porém enfrenta de cabeça erguida os devaneios de Mister Trump, oferecendo condições de liberdade aos profissionais de imprensa que a incorporam, a CNN Brasil que então se trata apenas de uma sucursal da emissora americana, apresenta uma peculiaridade inédita! Estreando em março deste ano, ela está sob o comando de Douglas Talovaro, que é nada mais nada menos que o ex presidente de jornalismo da Rede record, do Edir Macedo, fundador da Igreja Universal do Reino de Deus, e sendo dessa maneira, o canal foi transformado em mais uma medíocre filial da IURD, disseminando ódio, fake news e batendo palma para o presidente mais antidemocrata e criminoso desde a redemocratização ( 1985) e constituição de 1988.

    Responder

  • Débora Carolina

    10 de maio de 2020 #5 Author

    E para concluir, Regina Duarte, mas credo, essa mulher, poderia ter passando o ano sem essa, fala sério, se não tinha algo melhor à acrescentar, teria sido muito melhor ter permanecido calada, teria nos poupado de tanto sofrimento auricular, visual, estomacal, cardíaco…. Repugnante! Também a carreira tanto artística quanto politica da ex namoradinha do Brasil foi para o saco, pode ir vazando, sai, Fora Regina, se manda! Idolatrar os anos de chumbo, o período mais obscuro da nossa história, época do temido AI5, no qual inúmeras pessoas tiveram que se asilar fora do país para não serem pegas e mortas pelos policiais e militares ligados a órgãos de repressão como o DOI-CODI… Outras tantas foram duramente torturadas e mortas sob requintes de extrema crueldade, como o caso da jovem Aurora Maria Nascimento Furtado que teve o crânio esmagado,do jornalista diretor de telejornalismo da TV Cultura de SP Vladimir Herzog que após desaparecer, ficar incomunicável, apareceu pendurado com uma espécie de corda em volta do pescoço, dando a impressão de que havia ” se suicidado”, quando na verdade, tanto ele mais o operário Manuel Fiel Filho foram implacavelmente torturados até a morte … Sem esquecer de mencionar a quantidade de mulheres que além das constantes torturas físicas e psicológicas, sofreram abusos sexuais, com introdução de animais como ratos e fios elétricos desencapados dentro das suas vaginas! E para quem passar por aqui, deixarei o seguinte recado: É minha gente é este o tal do “maravilhoso” regime militarista que aquelas delicadas senhoras sentadas ao lado dos santos maridos, no interior de suas Mitsubishis, berrando queremos trabalhar, abaixo o congresso nacional, o STF, imprensa comunista, defendem! Lamentavelmente mulheres que não passam de serviçais dos patrões disfarçados de “esposos”, cegadas pelo fanatismo, escravas dos próprios conceitos reacionários a que foram expostas ao longo da vida e dos quais não conseguem e muitas das vezes nem pretendem se libertar! Exatamente tudo o que acontece atualmente aqui no Brasil é inaceitável! Já se esgotaram todos os prazos! Sinceramente não sei o que estão esperando para devolverem toda essa corja de atrasados aos grotões da onde saíram para fora! Fora Regina Ditadura Nunca Mais AI 5 Nunca Mais. Fora Bolsonaro O Covid 19 é de verdade sim o mundo inteiro está certo e você está errado, passível de lockdown ( Cala a Boca)!

    Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *