A Associação Brasileira de Imprensa (ABI) anunciou nesta terça-feira (7) que vai entrar no Supremo Tribunal Federal (STF) com uma queixa-crime contra o presidente...

A Associação Brasileira de Imprensa (ABI) anunciou nesta terça-feira (7) que vai entrar no Supremo Tribunal Federal (STF) com uma queixa-crime contra o presidente Jair Bolsonaro.

A entidade classificou de “criminosa” a atitude do presidente, que já sabia que havia testado positivo para o coronavírus, e mesmo assim concedeu entrevista para três equipes de TV. Bolsonaro não respeitou o distanciamento social e chegou a tirar a máscara.

Para a ABI, ele infringiu dois artigos do Código Penal: o 131, que prevê ato criminoso, quando alguém contaminado quer transmitir uma moléstia grave a outra pessoa; e o 132, que fala sobre quem expõe a perigo direto e iminente à vida ou à saúde de outrem.

Uma das equipes que cobriu a entrevista do presidente, a do Canal Brasil, foi colocada em quarentena pela direção da emissora.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *