O barbudo que aparece na foto recebendo uma medalha do presidente Jair Bolsonaro, o mesmo que o demitiu do cargo de secretário-executivo da Casa... Amigo da família Bolsonaro volta ao governo 8 meses depois de ter sido demitido pelo presidente

O barbudo que aparece na foto recebendo uma medalha do presidente Jair Bolsonaro, o mesmo que o demitiu do cargo de secretário-executivo da Casa Civil, está de volta ao governo.

Amigo de infância da família Bolsonaro, José Vicente Santini foi nomeado assessor especial do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, com salário de quase R$ 14 mil por mês.

A nomeação foi publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira (16).

Em janeiro, Santini utilizou uma aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB) com apenas três passageiros – ele e duas assessoras – para voar de Davos, na Suíça, onde participava do Fórum Mundial Mundial, para a Índia.

Ele representava o então ministro da Casal Civil, Onyx Lorenzoni, em uma visita oficial do presidente à Índia.

A mordomia irritou Bolsonaro. Ele classificou o episódio como “inadmíssivel” e que, apesar do uso da aeronave não ser “ilegal”, era “imoral”.

No currículo, o advogado Santini diz que trabalhou no ministério da Defesa em assuntos ligados à privatizações e aviação civil, entre 2007 e 2012.

No governo Bolsonaro, foi o subchefe de Acompanhamento e Monitoramento da Casa Civil, onde trabalhou em casos como a tragédia de Brumadinho (MG).

Depois foi promovido a secretário-executivo no lugar do polêmico economista Abraham Weintraub, que assumiu o ministério da Educação, em abril de 2019, onde ficou até junho deste ano, quando foi indicado para uma diretoria do Banco Mundial, em Washington.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado.