O Banco Central (BC) lançou a cédula de R$ 200 nesta quarta-feira (2), em Brasília. Ela leva a imagem do lobo-guará, um dos símbolos... BC lança nota de R$ 200 com imagem do lobo-guará: 1ª cédula do Real em 18 anos

O Banco Central (BC) lançou a cédula de R$ 200 nesta quarta-feira (2), em Brasília.

Ela leva a imagem do lobo-guará, um dos símbolos da fauna do Cerrado e que corre risco de extinção.

É a sétima cédula da família de notas do Real, a primeira em 18 anos, quando foi lançada nota de R$ 20, e já está em circulação.

A Casa de Moeda vai produzir 450 milhões de cédulas de R$ 200 até dezembro.

Historicamente, um país imprimir novas notas em períodos de inflação alta ou hiperinflação como também no lançamento de uma nova moeda.

No caso da cédula de R$ 200, que já era planejada há 10 anos, as explicações são outras.

Segundo o presidente do BC, Roberto Campos Neto, ela nasceu da necessidade da população durante a pandemia: “O momento singular que estamos vivendo trouxe os mais diversos desafios, e um deles foi um aumento expressivo na demanda da sociedade brasileira por dinheiro em espécie”.

Campos Neto disse ainda que “em momentos de incerteza, é natural que as pessoas busquem a garantia de uma reserva em dinheiro. Os programas de transferência de renda implementados para enfrentar os efeitos negativos da crise e a extensão do programa de Auxílio Emergencial também contribuem para essa maior demanda por dinheiro em espécie em nosso país”.

De fato, a maioria dos beneficiários do Auxílio Emergencial prefere sacar em espécie e como a demanda vai aumentar até dezembro, com o pagamento de mais de R$ 160 bilhões, o BC resolveu lançar a nova cédula.

O banco também pretende diminuir os gastos com impressão de papel moeda e logística, e reduzir as transações feitas com dinheiro vivo.

Segundo o BC, a quantidade de dinheiro em circulação no final de março era de aproximadamente R$ 260 bilhões. Montante que chegou a R$ 350 bilhões no dia 17 de agosto.

O banco não acredita que faltarão notas para troco e ressalta que a nova cédula é segura e contém os elementos de segurança das demais notas de Real.

De acordo com o BC, a quantidade de cédulas falsas retida pelo banco em 2019 foi 12% menor do que em 2018.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado.