Um dos países mais pobres da América Latina, a Bolívia vai taxar as fortunas superiores a US$ 4,3 milhões (cerca de R$ 22 milhões).... Bolívia taxa as grandes fortunas: novo imposto vai atingir 152 pessoas

Um dos países mais pobres da América Latina, a Bolívia vai taxar as fortunas superiores a US$ 4,3 milhões (cerca de R$ 22 milhões).

A medida promulgada pelo presidente Luis Arce nesta segunda-feira (28) deverá atingir 152 pessoas.

O governo boliviano espera arrecadar, aproximadamente, US$ 12 milhões com o novo imposto.

No Twitter, Arce, que assumiu a presidência no mês passado, justificou a decisão: “Para a redistribuição da riqueza na Bolívia, promulgamos a Lei 1357 de Imposto sobre as Grandes Fortunas, que será aplicado àqueles que possuem um patrimônio superior a 30 milhões de bolivianos (moeda local) e que o benefício chegará a milhares de famílias bolivianas”.

A lei havia sido aprovada por ampla maioria pelo Congresso e tem alíquotas que variam de 1,4% a 2,4%, que segundo o ministro da Economia, Marcelo Montenegro, estão dentro da média cobrada por outros países da região que taxam as grandes fortunas.

A cobrança do imposto será anual e permanente para bolivianos e estrangeiros que permaneceram no país por mais de 183 dias nos últimos 12 meses.

Montenegro garantiu que o governo vai manter a confidencialidade sobre as pessoas que deverão pagar o imposto.

A medida foi criticada pela oposição e por empresários, que entendem que ela é um desestímulo aos investimentos.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *