(Assista) Doria, Witzel e Joice Hasselmann também foram “alvos” dos manifestantes Edição de Rafael Bruza *com informações do Correio Braziliense e vídeo de George...

(Assista) Doria, Witzel e Joice Hasselmann também foram “alvos” dos manifestantes

Edição de Rafael Bruza *com informações do Correio Braziliense e vídeo de George Marques

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) se reuniram em Brasília neste sábado (09), em uma carreata contra o isolamento social, onde simularam o apedrejamento do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, do ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, e do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

“Tiro ao alvo”, diz o cartaz registrado no protesto, destacando imagens das figuras públicas. As imagens mostram manifestantes jogando bixigas cheias de água nas imagens, aos gritos de “traíras”.

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), o do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (Novo) e a deputada federal, Joice Hasselmann (PSL-SP) também aparecem no cartaz.

O protesto

Os manifestantes iniciaram uma carreata na altura do Museu Nacional, puxada por um caminhão militar e um trio elétrico. Por volta das 10h30, os veículos iam até a Biblioteca Nacional. Organizadores falam em mais de 10 mil carros.

Na calçada do Museu Nacional, um grupo de cerca de 100 pessoas se aglomera fora dos carros. Manifestantes sem máscaras são maioria, mas também são vistas proteções faciais com a bandeira do Brasil e com estampas militares.

No trio elétrico, organizadores e participantes gritam palavras de ordem. Os protestos mesclam apoio ao presidente e indignação contra parlamentares, ministros, jornalistas e especialistas em saúde pública.

A última manifestação semelhante foi marcada por críticas aos poderes democráticos, tema que começou a ser ponderado neste sábado. “Que fique claro para a imprensa porca, não queremos derrubar o STF, queremos derrubar os 11 ministros”, disse um homem que não se identificou.

 

Fabio Pannunzio

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado.