Rogéria Bolsonaro, a ex-mulher do presidente Jair Bolsonaro, mãe do senador Flávio (Republicanos-RJ), do deputado federal Eduardo (PSL-RJ) e do vereador Carlos (Republicanos-RJ), comprou... Bolsonaro e ex-mulher compraram apartamento no Rio de Janeiro com dinheiro vivo

Rogéria Bolsonaro, a ex-mulher do presidente Jair Bolsonaro, mãe do senador Flávio (Republicanos-RJ), do deputado federal Eduardo (PSL-RJ) e do vereador Carlos (Republicanos-RJ), comprou um apartamento na Vila Isabel, zona norte do Rio de Janeiro, com dinheiro vivo, em janeiro de 1996.

A revelação foi publicada na edição desta terça-feira do jornal O Globo.

Na época, ela morava com o então deputado federal Jair Bolsonaro no imóvel alugado, que compraram por R$ 95 mil em espécie. Hoje, com valores corrigidos, o apartamento é avaliado em R$ 621,5 mil.

Rogéria e Bolsonaro eram casados em regime de comunhão parcial de bens. Eles se separaram no ano seguinte à compra do imóvel.

O negócio com a indicação de pagamento em espécie foi registrado em cartório. O escrevente e o antigo dono, um militar reformado, já morreram. A viúva do proprietário, Alba de Medeiros Brandi, que assinou a escritura, disse que nunca morou no apartamento e que não sabe de nada sobre a transação.

Rogéria Bolsonaro exerceu dois mandatos como vereadora na Câmara Municipal do Rio. Ela vai disputar uma nova vaga de vereadora nas eleições de novembro pelo Republicanos, partido dos filhos Flávio e Carlos.

As compras com dinheiro vivo da família Bolsonaro chamaram a atenção do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF), na época vinculado ao ministério da Justiça e Segurança Pública, e do Ministério Público.

Com base nas movimentações financeiras também do ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz, e da mulher dele, Márcia Oliveira de Aguiar, os promotores descobriram o esquema da “rachadinha”, o desvio dos salários dos funcionários do gabinete de Flávio, quando ele era deputado na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj),

Fabrício é acusado de ser o operador financeiro do esquema. Ele pagou contas pessoais da família do senador, que teria lavado dinheiro com a compra de imóveis e de uma franquia de uma loja de chocolates num shopping da zona oeste do Rio.

Fabrício Queiroz e Márcia cumprem prisão domiciliar num apartamento do bairro de Taquara, também na zona oeste da capital fluminense.

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Notice: Trying to access array offset on value of type null in /home/wp_vihbaf/democracia.tv/wp-content/themes/goliath/theme/theme-functions.php on line 1103

Notice: Trying to access array offset on value of type null in /home/wp_vihbaf/democracia.tv/wp-content/themes/goliath/theme/theme-functions.php on line 1103