No país que não tem mais corrupção, o presidente Jair Bolsonaro elogiou dois políticos alagoanos denunciados pela Lava Jato. Pior ainda, um deles, o... Bolsonaro se encontra com Collor em evento público : “Um homem que luta pelo interesse do Brasil”

No país que não tem mais corrupção, o presidente Jair Bolsonaro elogiou dois políticos alagoanos denunciados pela Lava Jato. Pior ainda, um deles, o senador Fernando Collor (PROS-AL) foi afastado da presidência da República acusado de…corrupção.

Bolsonaro, que votou pelo impeachment do então presidente Collor, esteve na cidade de Piranhas, no sertão alagoano, nesta quinta-feira (5).

“Eu fiz um convite e ele aceitou. E com muita satisfação está integrando essa comitiva, o nosso senador Fernando Collor. Também, um homem que luta pelo interesse do Brasil e também, em especial, pelo seu estado”.

O presidente lamentou a ausência de um dos líderes do centrão, o deputado federal Arthur Lira (PP-AL), que testou positivo para Covid-19.

“Falta uma pessoa também da nossa articulação política na Câmara dos Deputados, que é um alagoano, é o prezado deputado Arthur Lira. Mais do que fazer articulação, é uma pessoa sempre pronta, sempre alerta a trabalhar pelo seu estado. Tenho certeza que na próxima vez, sem a Covid, ele estará presente entre nós”.

Em 1992, o então deputado federal Jair Bolsonaro votou pelo impeachment de Collor, a quem chamou de mentiroso em um discurso na Câmara.

“Aprendi, na caserna, que o Chefe que mente não merece credibilidade. E o Senhor Presidente da República, Chefe do Supremo das Forças Armadas, não deixa de ser um grande mentiroso”.

Mais cedo, por causa do mau tempo que impedia o pouso na cidade baiana de Paulo Afonso, o avião presidencial teve que aterrissar no aeroporto de Aracaju.

Antes de decolar em um helicóptero da Força Aérea Brasileira (FAB), Bolsonaro, sem máscara, causou aglomeração na porta de uma lanchonete.

Em Piranhas, ele anunciou a liberação de R$ 14,8 milhões para a continuidade da obra do Trecho 4 do Canal do Sertão Alagoano.

A obra, que foi iniciada há 7 anos durante a gestão da então presidente Dilma Rousseff (PT), faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do governo federal.

O Canal do Sertão terá 250km de extensão entre as cidades alagoanas de Delmiro Gouveia e Arapiraca. 94,6% das obras já foram concluídas, beneficiando 100 mil pessoas.

Com a liberação dos recursos públicos, o Trecho 4 vai atender cerca de 10 mil moradores da zona rural do do distrito de Piau, em Piranhas, por meio da captação de água no Trecho 3.

No começo da tarde, o presidente retornou para Brasília.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *