O senador Chico Rodrigues (DEM-RR) deixou a vice-liderança do governo no Senado nesta quinta-feira (15). O parlamentar foi alvo de operação deflagrada pela Polícia... Bolsonaro volta a criticar a imprensa e diz que não tem “nada a ver” com o caso do senador flagrado com dinheiro na cueca

O senador Chico Rodrigues (DEM-RR) deixou a vice-liderança do governo no Senado nesta quinta-feira (15).

O parlamentar foi alvo de operação deflagrada pela Polícia Federal nesta quarta-feira (14) para combater um esquema de desvio de recursos públicos na área da saúde de Roraima.

Segundo a revista Crusoé, Rodrigues foi flagrado pelos agentes tentando esconder dinheiro dentro da cueca.

Nesta quinta-feira (15), o presidente Jair Bolsonaro disse a apoiadores na saída da residência oficial do Palácio da Alvorada, que não tem “nada a ver com isso”.

O presidente ainda culpou a imprensa por relacioná-lo ao caso.

“A operação de ontem é fator de orgulho para o meu governo, para o meu ministro Wagner Rosário (da Controladoria-Geral da União) e para a minha Polícia Federal (PF), e não isso que a imprensa está falando agora, que tenho a ver com essa corrupção. Se um vereador faz algo de errado, não tenho nada a ver com isso”.

Segundo Chico Rodrigues, o próprio presidente o escolheu para o cargo de vice-líder do governo no Senado em março de 2019.

Na ocasião, ele viajou com a comitiva presidencial para Israel.

Como vice-líder, tinha trânsito livre no Planalto e se encontrava frequentemente com Bolsonaro.

O presidente que, na semana passada, declarou que havia acabado com a corrupção, voltou a criticar a imprensa.

“Esse caso aí é mais uma mentira da imprensa que quer desqualificar meu governo a todo tempo. Isso chama-se crise de abstinência. Acabaram os milhões de reais para propaganda oficial do governo. Vocês (da imprensa) estão quase há dois anos sem ouvir falar em corrupção no meu governo. Nós destinamos bilhões de reais a estados e municípios, tem as emendas parlamentares também, e de vez em quando, não é muito raro, a pessoa faz uma malversação desses recursos. Agora, a CGU (Controladoria-Geral da União) está de olho, a nossa PF está de olho e tomamos decisões”.

Bolsonaro e Rodrigues foram colegas na Câmara Federal entre 1991 e 2011.

Antes de ser eleito senador em 2018, o parlamentar foi deputado federal, governador e vice-governador de Roraima.

Em vídeo que circula na internet, o presidente comenta a convivência com o vice-líder: “É quase uma união estável, hein, Chico”, diz Bolsonaro, referindo-se ao longo tempo em que os dois foram deputados federais.

A operação em Roraima foi um dos temas comentados pela TV DEMOCRACIA nesta quarta-feira (14).

 

https://www.youtube.com/watch?v=8svdn9viDE8

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Notice: Trying to access array offset on value of type null in /home/wp_vihbaf/democracia.tv/wp-content/themes/goliath/theme/theme-functions.php on line 1103

Notice: Trying to access array offset on value of type null in /home/wp_vihbaf/democracia.tv/wp-content/themes/goliath/theme/theme-functions.php on line 1103