(Assista) Declarações foram feitas no dia em que o Brasil ultrapassou a Itália em número de mortos pelo coronavírus e registrou o recorde de... Bolsonaro xinga manifestantes pró-Democracia e defende o uso de praias durante a pandemia

(Assista) Declarações foram feitas no dia em que o Brasil ultrapassou a Itália em número de mortos pelo coronavírus e registrou o recorde de 1473 falecimentos confirmados em 24 horas.

Por Rafael Bruza

Em live transmitida nesta quinta-feira (05), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) chamou manifestantes antifascistas e pró-Democracia de “idiotas” e criticou governadores que promovem medidas de isolamento social, prometendo lançar um decreto que permite a utilização de praias, durante a pandemia do coronavírus.

“Mais importante que a sua vida é a sua liberdade. Esse pessoal (de manifestações) quer roubar a sua liberdade. Esse pessoal não tem nada a oferecer para você. Se você pegar cem desses aí, a maioria é estudante. Se você pegar e aplicar a prova do Enem neles, acho que ninguém tira cinco. Não sabem interpretar um texto, não sabem nada. São uns idiotas que não servem para nada”, afirmou.

O presidente também aconselhou que os pais controlem seus filhos e não os deixem participar das manifestações contrárias a seu governo.

“Agora, não vou dar conselho para pai nenhum, porque eu sou pai. Filho da gente pode errar. Mas, quem for possível exercer o controle em cima dos filhos, exerça para não deixar o filho participar de um movimento como esse. Alguns vão dizer que eu estou cerceando a liberdade… Isso não é liberdade de expressão, o cara vai para o quebra-quebra. E vai ter muito garoto desse usado como massa de manobra, idiota útil. Vai estar lá a comando de um agitador profissional. Fez curso fora do Brasil. Olha o que fizeram no Chile”, disse Bolsonaro.

Crítica a Governadores

Ainda na live, o presidente criticou governadores que restringiram o uso de praias durante a pandemia do novo coronavírus, em medidas de isolamento social recomendada por especialistas e pela Organização Mundial da Saúde.

O Brasil teve novo recorde de vítimas registradas na última quinta-feira (04), com 1473 mortes confirmadas em 24 horas e 34.021 falecimentos no total – valor já superior ao da Itália.

“Tem certos governadores aí que pelo amor de Deus. Ainda estão correndo atrás de gente na praia. Eu acho que está previsto para sair hoje, não sei qual é o termo técnico, um parecer favorável a quem usa a praia. Eu sei que o AGU vai entrar no detalhe da Vitamina D, que você ganha tomando sol. O AGU vai entrar nisso aí”, afirma. “A praia, no que depender da União, você pode frequentá-la”.

 

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado.