O Brasil finalmente aderiu ao Covax Facility, a aliança mundial de vacinas comandada pela Organização Mundial da Saúde (OMS). O prazo de adesão havia... Brasil adere à aliança mundial de vacinas liderada pela OMS: investimento é de mais de R$ 2,5 bilhões

O Brasil finalmente aderiu ao Covax Facility, a aliança mundial de vacinas comandada pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

O prazo de adesão havia se encerrado há uma semana, mas o governo Bolsonaro conseguiu prorrogação.

O presidente assinou duas medidas provisórias nesta quinta-feira (24) que tratam do investimento de mais de R$ 2,5 bilhões para garantir uma futura vacina contra a Covid-19 para cerca de 10% da população até 2021 e da entrada do Brasil na aliança.

Ela não impede que o país feche acordos bilaterais com a indústria farmacêutica como o firmado com o laboratório europeu AstraZeneca para a compra da vacina Oxford.

A Covax é um programa de desenvolvimento e distribuição equitativa de vacinas.

Países com rendas alta e média como o Brasil vão financiar a entrega do remédio para cerca de 90 nações mais pobres ou com sistemas de saúde mais frágeis.

A OMS tem como meta a compra e distribuição de pelo menos 2 bilhões de doses até o final de 2021.

Hoje, há nove vacinas com potencial promissor para integrar a Covax Facility.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado.