O Brasil ultrapassou a barreira de 104 mil mortes por Covid-19. De acordo com o levantamento do consórcio dos veículos da mídia divulgado às... Brasil passa de 104 mil mortes causadas por coronavírus: número de óbitos em alta no DF e em 6 estados

O Brasil ultrapassou a barreira de 104 mil mortes por Covid-19.

De acordo com o levantamento do consórcio dos veículos da mídia divulgado às 8h desta quinta-feira (13), são 104.342 vidas perdidas e 3.173.374 casos.

Nesta quarta-feira (12), a média móvel de mortes em seis estados (Santa Catarina, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Amazonas, Amapá e Tocantins) e no Distrito Federal estava em alta na comparação com a média de 14 dias atrás.

Nos estados do Paraná, Rio Grande do Sul, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Pará, Bahia, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte, a situação é de estabilidade.

Os números caíram em oito estados (Rio de Janeiro, Acre, Roraima, Rondônia, Ceará, Maranhão, Alagoas e Sergipe).

A prefeitura de Shenzen, no sul da China, anunciou hoje (13) que detectou asas de frango congelado brasileiro contaminado com Covid-19 em um controle de rotina.

As autoridades locais informaram que submeterem imediatamente a testes de diagnóstico as pessoas que tiveram contato o produto. Elas e os parentes testaram negativo.

O Brasil é o maior produtor mundial de frango e até 2017, era o principal fornecedor da ave para a China. Um negócio de cerca de US$ 1 bilhão por ano e representava quase 85% das importações chinesas de frango congelado.

Mas, de três anos para cá o Brasil perdeu mercado para Chile, Argentina e Tailândia e ainda passou a ser taxado com tarifas entre 17,7% a 32,4%.

A prefeitura de outra cidade chinesa, Wuhu, no leste do país, encontrou camarões do Equador com Covid-19. Eles estavam em pacotes guardados no congelador de um restaurante.

Foi a segunda vez desde julho que a China detectou a presença do vírus em amostras do crustáceo equatoriano.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado.