A pandemia do coronavírus matou 160.272 pessoas e infectou outras 5.553.439 no Brasil. Os números foram divulgados pelo consórcio de veículos de mídia às... Brasil passa de 160 mil mortes: média móvel é a menor desde o dia 4/5

(foto Beno Suckeveris)

A pandemia do coronavírus matou 160.272 pessoas e infectou outras 5.553.439 no Brasil.

Os números foram divulgados pelo consórcio de veículos de mídia às 8h desta terça-feira (3).

Nas últimas 24h foram registradas 168 mortes e 8.563 casos, números considerados pequenos por causa do feriado prolongado, quando há diminuição nas notificações.

Por isso, a média móvel dos últimos 7 dias é um indicador mais confiável.

A de mortes (403) é 26% menor do que a de 14 dias atrás.

É uma queda de 26%, a menor desde 4 de maio.

A média móvel de casos (20.261) dos últimos 7 dias é 11% abaixo da média das 2 semanas anteriores.

Até a noite desta segunda-feira (2), apenas Santa Catarina estava com o número de mortes em alta.

A curva da pandemia estava estável em 10 estados: Amapá, Amazonas, Pará, Maranhão, Piauí, Sergipe, Bahia, Mato Grosso do Sul, Espírito Santo e Rio de Janeiro.

A situação era de queda no Distrito Federal e em 15 estados: Paraná, Rio Grande do Sul, São Paulo, Acre, Rondônia, Roraima, Tocantins, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Goiás, Mato Grosso e Minas Gerais.

Depois de mais de 7 meses, os alunos do ensino médio das escolas particulares e públicas da cidade de São Paulo voltaram a ter aulas presenciais nesta terça-feira (3).

O retorno é facultativo.

As escolas reabriram seguindo os protocolos de saúde exigidos pela prefeitura: distanciamento social, álcool em gel à disposição, uso obrigatório de máscara, entre outros.

Mais de 388 mil alunos estudam no ensino médio na capital paulista.

As aulas presenciais nos ensino infantil e básico continuam suspensas.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *