O Brasil está perto das 121 mil mortes por Covid-19. O consórcio de veículos de mídia informou às 13h desta segunda-feira (31) que, o... Brasil perto de 121 mil mortes por Covid-19: São Paulo passou de 30.014, quase o mesmo número da França

Museu do Amanhã, Rio de Janeiro

O Brasil está perto das 121 mil mortes por Covid-19.

O consórcio de veículos de mídia informou às 13h desta segunda-feira (31) que, o país registrou 120.976 óbitos e 3.866.157 casos confirmados de coronavírus.

São Paulo passou de 30.014 mortes, 626 a menos do que a França, 7º país com mais óbitos no planeta.

Há mais de três meses, o estado registra uma média diária de, no mínimo, 200 mortes por Covid-19.

O veterinário Laurício Monteiro Cruz, especializado no controle de leishmaniose, é o novo chefe do departamento de Imunizações e Doenças Transmissíveis do ministério da Saúde.

Nomeado pelo ministro interino da Saúde, general Eduardo Pazuello, na última sexta-feira (28), Cruz vai comandar o órgão responsável pela organização do calendário de vacinas, das campanhas nacionais; a distribuição dos medicamentos aos estados e acompanhar a cobertura vacinal.

O Brasil não tem atingido as metas universais de imunizações, o que inclui as vacinas infantis obrigatórias, há quatro anos.

O Rio de Janeiro, capital de um dos três estados com os números de mortes por Covid-19 em alta, começa nesta terça-feira (1º) uma nova fase de flexilização da quarentena.

Museus, galerias de artes, parques de diversão, bibliotecas, cursos profissionalizantes e centros culturais poderão reabrir desde que sigam protocolos de saúde estabelecidos pela prefeitura.

Cinemas, teatros, circos, arenas e banhos de sol nas praias continuam proibidos.

Mesmo assim, as areias cariocas ficaram lotadas no final de semana.

Uma situação lamentada pela secretaria da Saúde, Beatriz Bauch: “Não dá para considerar a doença curada. Observando o comportamento de pessoas nas praias, que pessoas ficam sem máscara e se aglomerando. Não podemos ser egoístas. Nos precisamos da ajuda da população para que não haja um retrocesso no nosso planejamento”.

O prefeito Marcelo Crivella (Republicanos-RJ) vai conversar sobre o assunto nesta terça-feira com o governador em exercício, Cláudio Castro (PSC-RJ): “Vamos ter uma conversa para ver se podemos trabalhar juntos para fiscalizar e também multar. É muito difícil. A gente bota os fiscais ali, quando eles vão embora, as pessoas voltam. É difícil. Mas a praia é uma questão de conscientização”.

A Bahia vai aplicar testes de detecção de Covid-19 em mais de 11 mil alunos das áreas mais vulneráveis de Salvador.

Os exames serão analisados para que as autoridades decidam se retomam ou não as aulas presenciais no estado.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado.