O Brasil pode chegar a 80 mil mortes por coronavírus nas próximas horas. De acordo com o levantamento do consórcio de veículos de mídia,... Brasil pode chegar a 80 mil mortes causadas por coronavírus nas próximas horas

O Brasil pode chegar a 80 mil mortes por coronavírus nas próximas horas. De acordo com o levantamento do consórcio de veículos de mídia, que foi divulgado às 13h desta segunda-feira (20), o país registrou 79.590 mortes e 2.102.559 casos.

Uma das pacientes com Covid-19 é avó da primeira-dama Michelle Bolsonaro, Maria Aparecida Firmo Ferreira, de 80 anos. Ela está internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional de Santa Maria, no Distrito Federal, desde o dia 1º de julho. A boa notícia é que, Maria Aparecida deixou a entubação e respira com ajuda de uma máscara de oxigênio.

Enquanto isso, em São Paulo (foto), o governo do estado anunciou que os testes com a coronavac, a vacina que chegou da China nesta segunda-feira (20), vão começar amanhã (21), no Instituto Emílio Ribas e no Hospital das Clínicas. Os 20 mil lotes vão ficar no Instituto Butantan antes de serem distribuídos para outros centros de pesquisas.

Mais um milhão de voluntários se inscreveu para receber a vacina desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac e que poderá ser produzida pelo Instituto Butantan.

Apenas 9.000, todos eles da linha de frente do combate ao coronavírus, vão receber as duas doses da vacina. A previsão é, que os testes fiquem prontos em 90 dias. Se a eficácia da vacina for comprovada e houver aprovação do ministério da Saúde, é possível que a produção comece no final do ano.

O diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, disse que está muito otimista em relação ao sucesso da coronavac. Numa escala de zero a 10, ele respondeu que o nível de esperança dele é 11. “Podemos ter no Brasil a primeira vacina a ser utilizada em massa. Essa expectativa é muito favorável. Estamos em uma pandemia, com muitos casos e é o cenário ideal para testarmos a vacina”.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado.