A pandemia do coronavírus segue incontrolável no Brasil. Segundo o consórcio de veículos de mídia, a doença já matou 165.858 pessoas e infectou outras... Brasil se aproxima de 166 mil mortes e 5,9 milhões de casos de Covid-19

São Paulo (foto Beno Suckeveris)

A pandemia do coronavírus segue incontrolável no Brasil.

Segundo o consórcio de veículos de mídia, a doença já matou 165.858 pessoas e infectou outras 5.864.943 em todo o país.

Os números foram divulgados às 13h desta segunda-feira (16).

Uma semana depois de médicos de 15 hospitais particulares alertarem para o aumento de internações por Covid-19 na cidade de São Paulo, o governo do estado, que havia negado o fato, mudou de ideia e hoje (16) admitiu o erro.

Houve um crescimento de 18% nas internações de pacientes de coronavírus.

Com isso, a média diária de novas internações subiu de 859 para 1.009.

São Paulo chegou a 40.576 mortes e 1.169.377 casos de Covid-19 nesta segunda-feira (16).

Em número de óbitos, é mais do que a Argentina (35.436).

Em número de casos, São Paulo supera o México (1.006.522).

Agora, o secretário estadual da Saúde, Jean Gorinchteyn, não descartou o recuo para uma fase mais restritiva da quarentena na capital paulista.

“Se nós tivermos índices aumentados, seguramente, medidas muito mais austeras e restritivas serão realizadas no sentido de continuarmos a garantir vidas. É assim que o faremos”.

O governador João Doria (PSDB-SP) adiou a atualização do Plano São Paulo para o dia 30.

“A falta de informações sobre casos e óbitos durante 6 dias da semana passada, causada por uma pane no sistema do ministério da saúde afetou a normalização dos dados em todo o Brasil, e aqui em São Paulo em especial. Por esta razão estamos adiando a atualização do Plano São Paulo para o dia 30 de novembro. É uma medida de cautela e que demonstra a nossa responsabilidade em não alterar a qualificação dos estados sem ter todos os indicadores disponíveis”.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado.