58.406 pessoas morreram por coronavírus e o número de casos comprovados da doença subiu para 1.373.006. Os dados foram divulgados às 8h desta terça-feira...


58.406 pessoas morreram por coronavírus e o número de casos comprovados da doença subiu para 1.373.006. Os dados foram divulgados às 8h desta terça-feira (30), pelo consórcio dos veículos de midia com base em informações das secretarias da Saúde dos estados e do Distrito Federal.

O governador do Amazonas, Wilson Miranda Lima (PSC-AM – na foto), é um dos alvos da Operação Sangria que a Polícia Federal (PF) está realizando hoje, no estado. Ele é suspeito de liderar uma quadrilha que desviou recursos públicos federais destinados ao combate do coronavírus, mas não deverá ser preso.

A PF cumpre 20 mandados de busca e apreensão e oito de prisão temporária. A secretaria estadual da Saúde, Simone Papaiz, e empresários são procurados pela PF. Entre os crimes investigados estão o de formação de organizaçao criminosa, corrupção, fraude a licitação, superfaturamento e desvio de dinheiro público federal. Os prejuízos passam de R$ 2 milhões.

A PF apurou que, o governo amazonense teria desviado e fraudado as verbas federais na contratação de uma empresa de comércio de vinhos (daí o nome Sangria para a Operação), que entregou respiradores com acima dos valores de mercados e que não servem para o tratamento de pacientes do coronavírus. Também houve remessa de dinheiro para uma conta no exterior.

A Operação conta com a cooperação da Receita Federal, da Controladoria-Geral da União e do Ministério Público Federal.

Até às 9h, o governo do Amazonas não havia comentado a ação. O governador, que estava em viagem oficial em Brasília, está voltando para Manaus.

Pesquisa do Instituto Datafolha publicada na noite desta segunda-feira (29), pela Folha de São Paulo, revelou que 47% dos entrevistados tem muito medo de contrair o coronavírus. É o maior número desde março, quando começou a pesquisa. No mês passado, o número era de 45%.

O medo é maior entre os pobres (51% contra 36% dos mais ricos), mulheres (53% contra 41%) e nordestinos (52%).

A pesquisa também apontou que, 51% dissseram que só saem de casa quando é inevitável. Em maio, eram 50%. 34% responderam que tomam cuidado, mas saem para trabalhar ou fazer atividades. No mês passado, eram 35%.

O Datafolha fez a pesquisa por telefone, nos dias 23 e 24 de junho. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado.