O Brasil teve uma queda de 48% nos investimentos estrangeiros diretos no primeiro semestre do ano. É uma queda maior que a média observada... Brasil teve queda de 48% nos investimentos estrangeiros no 1º semestre

O Brasil teve uma queda de 48% nos investimentos estrangeiros diretos no primeiro semestre do ano.

É uma queda maior que a média observada em outros países emergentes.

O correspondente da TV DEMOCRACIA em Genebra, na Suíça, Jamil Chade, antecipou em um dia, as conclusões do relatório da Conferência das Nações Unidas para Desenvolvimento e Comércio (UNCTAD) que será divulgado nesta quarta-feira (28).

Segundo a UNCTAD, a queda pode ser atribuída à paralisação do programa de privatizações e o impacto da pandemia do coronavírus no país.

Mesmo assim, o Brasil atraiu US$ 18 bilhões entre janeiro e junho de 2020.

Um fluxo de capitais pior que a média das economias emergentes e mais negativo que a média da América Latina.

Em 2019, o Brasil era o quarto colocado entre os maiores destinos de investimentos, e caiu para sexto no primeiro semestre do ano.

Igualou-se ao México e foi superado por Cingapura, Irlanda, Alemanha, EUA e China.

O Brasil não foi exceção. A Itália, por exemplo, perdeu 74% nos investimentos.

A maior potência econômica do mundo, os EUA, tiveram uma redução de 61% caindo para um total de US$ 51 bilhões.

A média global foi de uma queda de 49% provocada principalmente com a cautela das multinacionais, que adiaram qualquer tipo de projeto por conta da pandemia.

A UNCTAD estima uma queda entre 30% e 40% até o final do ano.

Os anúncios de novos projetos de investimento caíram 37% e houve uma retração de 15% nas fusões e aquisições.

Pela primeira vez foi registrado fluxo negativo de investimentos na Europa.

A Suíça perdeu US$ 98 bilhões enquanto a Holanda teve uma saída de US$ 86 bilhões e o Reino Unido, US$ 30 bilhões.

Na maioria dos casos, se tratou de repatriação de recursos de multinacionais.

Entre os emergentes (Brics), o maior tombo foi o da Rússia, que recebeu US$ 16 bilhões em 2019, e perdeu US$ 1,2 bilhão no primeiro semestre do ano.

O diretor da Unctad, James Zhan, comentou os dados brasileiros.

Para ele, a dimensão que a pandemia ganhou no país, segundo em número de mortes e terceiro em número de casos, dificultou a atração de investimentos.

Zhan considerou o fato de receber US$ 18 bilhões é positivo diante do cenário internacional e há uma esperança que os fluxos se recuperem moderadamente neste semestre à medida que as vendas de ativos são retomados e um novo plano de infraestrutura seja lançado no Brasil.

O economista não descarta uma piora na situação diante da segunda onda da pandemia na Europa e, talvez, no país.

No contexto da América do Sul, a fuga de capitais foi praticamente geral.

A Argentina teve uma queda de 40%; a Colômbia, 34%; e o Peru, 72%.

“Na Argentina, a crise sanitária agravou uma situação econômica já difícil com uma dívida soberana inadimplente em maio. No Peru, a suspensão dos projetos de mineração levou a uma forte queda nos fluxos de investimentos para US$ 1,3 bilhão”, afirmou.

O Chile foi uma exceção com o aumento em 67% para US$ 9,5 bilhões, impulsionados por investimentos no primeiro trimestre nas indústrias de transporte, manufatura e comércio, mais a inclusão da venda de 20% da Latam para a Delta Airlines por US$ 1,9 bilhão, concluída no final de 2019.

Pela primeira vez, os emergentes da Ásia receberam mais da metade dos investimentos no mundo contra um tombo de 75% em média nos países ricos.

Segundo a agência das Nações Unidas, o resultado se deve à “contenção relativamente bem-sucedida da pandemia na Ásia se reflete na atividade contínua de investimento na região”.

Os investimentos no Leste Asiático permaneceram estáveis em US$ 125 bilhões.

Enquanto Hong Kong registrou aumento no fluxo de 22%, a Coreia do Sul perdeu 34%, Cingapura, 28%; Indonésia, 24%, e o Vietnã (16%).

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Notice: Trying to access array offset on value of type null in /home/wp_vihbaf/democracia.tv/wp-content/themes/goliath/theme/theme-functions.php on line 1103

Notice: Trying to access array offset on value of type null in /home/wp_vihbaf/democracia.tv/wp-content/themes/goliath/theme/theme-functions.php on line 1103