Uma brasileira foi uma das três pessoas mortas no atentado terrorista na Basilica Notre-Dame, em Nice, na França, na manhã desta quinta-feira (29). A... Brasileira foi uma das vítimas do atentado à Basílica de Nice, na França

Uma brasileira foi uma das três pessoas mortas no atentado terrorista na Basilica Notre-Dame, em Nice, na França, na manhã desta quinta-feira (29).

A baiana de Lobato, no subúrbio de Salvador, Simone Barreto Silva, de 44 anos, morava no país há 30, tinha nacionalidade francesa e era mãe de três filhos.

Ela trabalhava como cuidadora de idosos e era agitadora cultural.

A brasileira e a família organizavam a Festa de Iemanjá em Nice.

Simone foi esfaqueada por um jovem de 21 anos, que também matou um mulher de 60 anos e o sacristão da Basílica.

Ele foi baleado pela polícia e está internado num hospital local.

Simone chegou completamente ensanguentada em um restaurante em frente à Basílica, onde foi socorrida pelo irmão de um dos donos, Brahim Jelloule, e por um funcionário.

Ela disse que havia um homem armado dentro da igreja.

O irmão de Jelloule e o funcionário viram o terrorista com uma faca, foram ameaçados e saíram correndo.

Os dois chamaram a polícia.

Simone não resistiu aos ferimentos e morreu uma hora e meia depois do atentado.

Em nota oficial, o Itamaraty repudiou o ataque e lamentou a morte da brasileira: “O Presidente Jair Bolsonaro, em nome de toda a nação brasileira, apresenta suas profundas condolências aos familiares e amigos da cidadã assassinada em Nice, bem como aos das demais vítimas, e estende sua solidariedade ao povo e Governo franceses”.

O Itamaraty também disse que, por meio do Consulado-Geral em Paris, “presta assistência consular à família da cidadã brasileira vítima do ataque terrorista”.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado.