O capitão da Polícia Militar do Rio de Janeiro, Leonardo Magalhães Gomes da Silva, está preso no Batalhão Especial Prisional da cooperação, em Niterói,... Capitão da PM ligado à narcomilícia já está preso em Niterói

O capitão da Polícia Militar do Rio de Janeiro, Leonardo Magalhães Gomes da Silva, está preso no Batalhão Especial Prisional da cooperação, em Niterói, no Grande Rio. Capitão Leo, suspeito de liderar uma narcomilicia que atua na zona oeste da capital fluminense, se entregou à polícia na noite desta quinta-feira (9).

Ele era procurado desde a manhã de ontem, quando foi deflagrada a Operação Porto Firme do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público do Rio de Janeiro (Gaeco/MPRJ), da Coordenadoria de Segurança e Inteligência, com apoio da Corregedoria da PM e da Delegacia de Homicídios.

O cabo da PM, Fernando Mendes Alves, apontado como o número 2 da narcomilicia, já havia sido preso.

Segundo as investigações, a narcomilicia é responsável por crimes como tráfico de armas e de drogas, extorsão, homicídios, agiotagem e corrupção ativa.

A quadrilha liderada pelo Capitão Leo estaria disputando o controle da região conhecida como Pombo sem Asa. Há um mês, houve uma chacina na comunidade. Quatro pessoas morreram e duas ficaram feridas. A polícia suspeita que a narcomilicia tenha cometido o crime.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado.