A jogadora de vôlei de praia, Carol Solberg, foi absolvida pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) do vôlei nesta segunda-feira (16). Por 5... Carol Solberg, que gritou “Fora Bolsonaro”, é absolvida pela Justiça Desportiva

A jogadora de vôlei de praia, Carol Solberg, foi absolvida pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) do vôlei nesta segunda-feira (16).

Por 5 a 4, o Pleno do STJD reverteu a decisão do dia 13 de outubro, quando ela foi advertida pela 1ª Comissão Disciplinar do tribunal por manifestação política contra o presidente da República.

No dia 20 de setembro, Carol gritou “Fora Bolsonaro” em entrevista ao vivo ao canal SporTV, depois de receber a medalha de bronze no Circuito Mundial.

Inconformada com a punição, ela recorreu ao Pleno, segunda e última instância da Justiça Desportiva, por considerar que não “feriu ou desrespeitou” nenhuma lei e para defender a liberdade de expressão dos atletas.

No julgamento realizado por meio virtual, os auditores Raquel Lima, Júlia Costa, Tamoio Marcondes, Milton Jordão e Gilmar Teixeira votaram a favor da jogadora.

Eles entenderam que a manifestação política de Carol não afeta diretamente a imagem da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) junto aos seus parceiros e patrocinadores, e para evitar a repetição de casos semelhantes, eles propuseram uma mudança no regulamento do Circuito Nacional de Vôlei de Praia.

O presidente Alexandre Monguilhott, o vice Eduardo Mello e os auditores Vantuil Gonçalves e Célio Salim Thomaz, que queriam a manutenção da decisão em primeira instância, foram votos vencidos.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado.