Com atraso de uma semana, Márcia Oliveira de Aguiar colocou tornozeleira eletrônica na manhã desta sexta-feira (17), no Centro de Monitoramento do Estado do... Com atraso de uma semana, mulher de Queiroz coloca tornozeleira eletrônica

Com atraso de uma semana, Márcia Oliveira de Aguiar colocou tornozeleira eletrônica na manhã desta sexta-feira (17), no Centro de Monitoramento do Estado do Rio de Janeiro. Ela é mulher de Fabrício Queiroz, o ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ).

O casal cumpre prisão domiciliar no bairro de Taquara, na zona oeste do Rio. Fabrício também é obrigado a usar tornozeleira eletrônica.

Mesmo foragida por três semanas, Márcia ganhou o benefício de cumprir pena em casa. A decisão que favoreceu o casal poderá ser revista depois do recesso do Judiciário, em agosto.

Nesta sexta-feira, surgiu mais uma informação importante sobre o escândalo de desvio de dinheiro público do gabinete do então deputado Flávio Bolsonaro na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), a chamada “rachadinha”.

Segundo o Ministério Público do Rio (MP-RJ), Queiroz, apontado como operador financeiro do esquema, entregou R$ 25 mil em espécie para a mulher de Flávio, a dentista Fernanda Bolsonaro, uma semana antes do casal quitar a entrada na compra de uma cobertura na zona sul da capital fluminense. outro crédito de R$ 12 mil foi realizado por outra pessoa, que não teve a identidade revelada.

Ao todo, foram movimentados R$ 110,5 mil na negociação ocorrida em agosto de 2011.

O MP-RJ já tem provas do uso dos recursos da “rachadinha” em vários pagamentos da família do senador como mensalidades escolares, boletos de plano de saúde, compra de outros dois imóveis e numa franquia de loja de chocolates, que seria usada para lavagem de dinheiro.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *