Dois parlamentares, a deputada federal Flordelis (PSD-RJ) e o senador Chico Rodrigues (DEM-RR) serão beneficiados com o recesso do Congresso que começa nesta terça-feira (22).

Apesar de envolvidos em escândalos, os dois vão terminar o ano com os mandatos intactos.

Flordelis é acusada de mandar matar o marido, o pastor Anderson do Carmo, em 2019.

O senador foi flagrado com dinheiro na cueca durante Operação da Polícia Federal no dia 14 de outubro.

Na época, Rodrigues era vice-líder do governo no Senado e integrante da comissão de Ética da Casa.

Ele é acusado de envolvimento no esquema de desvio de recursos públicos destinados ao combate da Covid-19 em Roraima.

O prejuízo estimado pela Polícia Federal é de, no mínimo, R$ 20 milhões.

Ironicamente, o senador faz parte da comissão mista do Congresso criada para acompanhar as ações do governo de combate à pandemia do coronavírus.

Os casos não foram julgados pelas comissões de Ética tanto da Câmara como do Senado, que não se reúnem desde o início da pandemia.

Mais ágil foi o Supremo Tribunal Federal (STF), que afastou o senador no dia 15 de outubro.

A cassação do mandato por quebra de decoro parlamentar foi pedida pelos partidos Cidadania e Rede Sustentabilidade.

No entanto, o senador pediu 121 dias de licença a partir de 20 de novembro.

O primeiro suplente é o filho dele, Pedro Arthur, mas, até hoje ele não foi convocado para assumir a vaga do pai.

Em nota, a defesa de Chico Rodrigues negou que ele tenha cometida qualquer irregularidade durante o exercício de suas funções, o que será provado pelas investigações.

O mais provável é que ele reassuma a vaga no Senado em fevereiro e imediatamente peça uma nova licença.


Notice: Trying to access array offset on value of type null in /home/wp_vihbaf/democracia.tv/wp-content/themes/goliath/theme/theme-functions.php on line 1103

Notice: Trying to access array offset on value of type null in /home/wp_vihbaf/democracia.tv/wp-content/themes/goliath/theme/theme-functions.php on line 1103