O aumento de casos de coronavírus colocou mais de 300 mil moradores de subúrbios de Melbourne em quarentena por um mês. A medida entrou... Coronavírus avança e 300 mil moradores de Melbourne voltam a ficar em quarentena

O aumento de casos de coronavírus colocou mais de 300 mil moradores de subúrbios de Melbourne em quarentena por um mês. A medida entrou em vigor a 0h desta quarta-feira, no horário local.

A Austrália registrou 85 casos da doença nas últimas 24h. A maioria (73) foi na segunda maior metrópole do país, que recuou na flexibilização das regras de confinamento.

Para conter o avanço da doença em junho, em Melbourne, as autoridades locais instalaram barreiras nas estradas, aumentaram os testes e ordenaram que o isolamento de 30 subúrbios, onde vivem mais de 300 mil pessoas.

Elas só poderão sair de casa para consultas médicas, compras nos mercados, para prestação de serviços e trabalho, e para fazer exercícios.

A Covid-19 causou a morte de 104 pessoas em toda a Austrália. A maioria dos casos e óbitos foi em Sydney, a maior cidade do país, no estado de New South Gales. Agora, o governo local ameaça proibir a entrada de pessoas que estiverem vindo de Melbourne, no estado vizinho de Victoria.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado.