O Brasil chegou a 108.900 mortes e 3.370.262 casos confirmados de coronavírus. Os números foram divulgados às 13h desta terça-feira (18) pelo consórcio de... Coronavírus: doença matou servidora do Palácio do Planalto e Curitiba flexibiliza quarentena

Curitiba

O Brasil chegou a 108.900 mortes e 3.370.262 casos confirmados de coronavírus.

Os números foram divulgados às 13h desta terça-feira (18) pelo consórcio de veículos de mídia.

O Palácio do Planalto registrou ontem (17) a primeira morte por Covid-19, de uma funcionária federal que trabalhava próxima da presidência da República.

Maria Helena Ribeiro Maier, de 60 anos, era servidora da Secretaria de Governo há nove anos. Ela está trabalhando em casa desde o início da pandemia. O corpo de Maria Helena foi cremado na tarde de hoje (18), em Valparaíso de Goiás.

Outros 178 funcionários do Palácio do Planalto testaram positivo para coronavírus.

A prefeitura de São Paulo não vai retomar as aulas presenciais em setembro.

A decisão foi anunciada pelo prefeito Bruno Covas (PSDB-SP) nesta terça-feira (18), com base na pesquisa feita em seis mil crianças e adolescentes de 4 a 14 anos.

“A retomada às aulas, nesse momento, para a prefeitura de São Paulo, significaria a ampliação do número de casos, ampliação em consequência do número de internações e do número de óbitos aqui na cidade, razão pela qual, nós não teremos o retorno das aulas em setembro, como o estado autorizou de reforço com apenas 35% das salas funcionando”, disse Covas.

O levantamento revelou que mais de 25% dos alunos moram com pessoas que tem mais de 60 anos, grupo considerado de risco. Mais um motivo para a prefeitura adiar a reabertura de escolas e creches municipais:”Então, nós estamos falando de quase um milhão de alunos, nós estamos falando de 250 mil crianças que moram com os avôs, avós, tios, tias, com mais de 60 anos de idade e, portanto, podem agravar a disseminação da doença nessa faixa etária da população, que é o risco de maior vulnerabilidade”, afirmou o prefeito.

O inquérito sorológico foi realizado pela prefeitura paulista entre os dias 6 e 10 de agosto.

As seis mil crianças e adolescentes foram divididas em três grupos de duas mil: Ensino Infantil (4 a 6 anos), Fundamental I (6 a 10 anos) e Fundamental II (11 a 14 anos).

A maioria, 64,4%, das crianças infectadas pelo coronavírus não apresentou sintomas. Outras 35,6% foram sintomáticas e 16% já tiveram contato com a Covid-19.

Amparada pela queda de 20% nos números de mortes e casos da doença nas últimas duas semanas, a prefeitura de Curitiba flexibilizou as regras de quarentena. Mas, a população e empresários continuar a respeitar regras de saúde e distanciamento social.

A partir de hoje (18), os horários e dias de funcionamento na maioria das atividades econômicas foram liberados.

Parques,feiras de artesanato,bares, shoppings e parte do comércio de rua podem reabrir em horários restritos.

Assim como o transporte coletivo, hotéis, hostels, pousadas e resorts só podem operar com até 50% da capacidade máxima.

A reabertura de escolas, cinemas, circos, teatros como a Ópera de Arame (foto), a realização de eventos como congressos, festas, feiras e a presença de público em estádios e ginásios continuam suspensas.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado.