Um dos designers gráficos mais famosos do mundo, o americano Milton Glaser, morreu nesta sexta-feira (26), data do aniversário de 91 anos. A mulher...

FILE – In this Thursday, Feb. 25, 2010, file photo, President Barack Obama presents a 2009 National Medal of Arts to Milton Glaser, in the East Room of the White House in Washington. Glaser, the designer who created the “I (HEART) NY” logo and the famous Bob Dylan poster with psychedelic hair, died Friday, June 26, 2020, his 91st birthday. (AP Photo/Charles Dharapak, File)

Um dos designers gráficos mais famosos do mundo, o americano Milton Glaser, morreu nesta sexta-feira (26), data do aniversário de 91 anos. A mulher dele, Shirley, disse que ele sofreu um derrame e teve insuficiência renal. Glaser morreu em Nova York, onde criou o logotipo “I love NY” (Eu amo Nova York), copiado por várias cidades e por pessoas de todo o planeta.

Filho de pais judeus de origem húngara, Glaser nasceu no dia 26 de junho de 1929, em Nova York.

A criação do famoso logotipo aconteceu sob encomenda da prefeitura, num momento de crise na maior cidade americana, na década de 1970. Praticamente falida e violenta, neste clima de baixa estima, a imagem serviu para animar a população na recuperação da imagem de Nova York.

Numa entrevista de 2018, Glaser disse que “a popularidade do logo ultrapassou tanto as expectativas que não me considerava mais o seu criador. Mas, não diminui em nada o prazer que sinto quando me dou conta de que fui eu”.

Um dos fundadores de dois dos estúdios de design mais prestigiados do mundo, o Push Pin e o WBMG, o artista gráfico criou o logotipo da Aids para a Organização Mundial da Saúde, capas de álbuns de música, pôsteres de peças teatrais e empresas como a da famosa “scooter” italiana Vespa, e reformulou dezenas de jornais e revistas nos Estados Unidos e no exterior. Entre eles, o Washington Post e O Globo.

Outros trabalhos importantes foram a recriação do logotipo da editora de histórias em quadrinhos, a DC Comics, e o pôster da última temporada da série de TV, Mad Men, em 2014.

Ele também fez o cartaz da campanha do ex-presidente dos EUA, Barack Obama que, em 2019, concedeu-lhe a mais alta condecoração de artes dos EUA, a primeira dada a um designer.

Nesta manhã de sábado (27), o governador de Nova York, Andrew Cuomo, lamentou a perda de Glaser: “O que ele deu a Nova York permanecerá por muito tempo após o desaparecimento. I Love New York era um logotipo perfeito para a sua época e continua sendo hoje. Perdemos um designer brilhante e um grande nova-iorquino”, disse Cuomo.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado.