Certamente, a diplomacia não é uma das qualidades da família Bolsonaro. A bola da vez é o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), que na... Deputados querem o afastamento de Eduardo Bolsonaro de comissão da Câmara

Certamente, a diplomacia não é uma das qualidades da família Bolsonaro.

A bola da vez é o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), que na segunda-feira (23), publicou e depois apagou uma mensagem, na qual defende o programa Clean Network (Rede Limpa) liderado pelos EUA e apoiado pelo Brasil que, segundo ele, protege os governos de invasões e violações de informações particulares e ainda afasta a tecnologia 5G da empresa chinesa Huawei e uma hipotética espionagem da China.


Nesta terça-feira (24), a embaixada chinesa em Brasília reagiu e ameaçou o Brasil com retaliações.

A China é o principal parceiro comercial do país.

Para abafar o caso, deputados ligados à relação Brasil-China vão pedir o afastamento de Eduardo Bolsonaro da presidência da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional da Câmara na semana que vem.

No grupo estão deputados de todos os espectros políticos, do PP ao PCdoB, que querem contar com apoio da bancada ruralista.

A deputada Perpétua Almeida (PCdoB-AC) criticou o filho do presidente: “A disputa dos Estados Unidos com a China é uma briga de potências, de gigantes para ver quem vai dominar a próxima revolução tecnológica. Como o Brasil vai se posicionar numa briga de potências? Brigando com todo mundo? Nossa preocupação tem que ser com os interesses do Brasil”.

A comissão da Câmara é uma das que não funcionam por causa da pandemia.

Por isso, os parlamentares vão levar o caso para o plenário numa tentativa de votar o afastamento de Eduardo Bolsonaro.

Como é uma situação atípica, ela depende de ser colocada na pauta pelo presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado.