O governador de São Paulo, João Doria (PSDB-SP) nomeou Denise Abreu para a presidência do conselho do Fundo Social do estado, entidade que preste... Doria nomeia amiga afastada pelo próprio governo por corrupção

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB-SP) nomeou Denise Abreu para a presidência do conselho do Fundo Social do estado, entidade que preste assistência às populações vulneráveis. A nomeação foi no dia 26 de junho, mas só nesta sexta-feira (10), foi divulgada.

Denise Abreu é amiga da mulher do governador, Bia Doria, e já havia sido afastada por ele, em 2018, quando Doria era prefeito de São Paulo. Na época, ela era diretora do Departamento de Iluminação (Ilume) e foi flagrada numa conversa gravada por uma funcionária da prefeitura, na qual indicava que recebia propina de uma empresa, a FM Rodrigues.

O consórcio liderado pela empresa FM Rodrigues venceu uma licitação de R$ 7 bilhões, a maior Parceria-Público-Privada (PPP) do mundo, para cuidar da iluminação da capital paulista.

Na gravação, Denise cita dois secretários municipais, Júlio Semeghini e Marcos Penido, de receberam propina da Eletropaulo, que era a estatal responsável pela iluminação da cidade de São Paulo. Ambos negaram a acusação. Hoje, Semeghini é secretário-executivo do ministério de Ciência, Tecnologia e Inovações, e Penido é secretário estadual de Infraestrutura e Meio Ambiente.

O Ministério Público estadual abriu investigação para apurar se a diretora havia recebido suborno, mas o inquérito foi arquivado por falta de provas.

Denise Abreu também esteve envolvida numa polêmica quando era diretora da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). Em 2007, ela foi flagrada fumando um charuto numa festa enquanto o país era abalado pela tragédia do avião da TAM, que caiu perto do aeroporto de Congonhas, em São Paulo. 199 pessoas morreram no acidente. Denise foi processada por agir com imprudência ao liberar a pista do aeroporto numa noite de intensa chuva na capital paulista. Ela foi absolvida.

Em duas semanas como presidente do conselho do Fundo Social, Denise Abreu já se envolveu em polêmicas com servidores de todos os níveis de hierarquia, por causa do modo arrogante com que trata as pessoas.

Em nota, a assessoria de imprensa da entidade disse que não há impedimento legal para que ela exerça qualquer cargo público.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado.