O presidente dos Estados Unidos (EUA) e candidato à reeleição, o republicano Donald Trump, voltou a pedir o adiamento das eleições marcadas para o... Em baixa nas pesquisas, Trump volta a pedir adiamento das eleições presidenciais alegando fraude

O presidente dos Estados Unidos (EUA) e candidato à reeleição, o republicano Donald Trump, voltou a pedir o adiamento das eleições marcadas para o próximo dia 3 de novembro.

Sem apresentar provas, Trump suspeita que risco de fraude na votação pelo correio: “Adiar as eleições até que as pessoas possam votar com segurança”, declarou nesta quinta-feira (30).

A medida depende de autorização do Congresso americano e já recebeu a oposição dos democratas.

Segundo as pesquisas, Trump perderia a eleição para o democrata Joe Biden, que foi vice do antecessor Barack Obama.

Hoje (30), em Atlanta, na Geórgia, morreu um aliado do presidente. Herman Cain, de 74 anos, ligado à ala mais conservadora do partido Republicano, o “Tea Party”, estava internado com coronavírus há duas semanas.


Ele tentou a indicação do partido para a eleição presidencial de 2012, mas desistiu após ser acusado de assédio sexual. Cain negou a denúncia.

Ele participou do fracassado comício de Trump, em Tulsa, no Oklahoma, em junho. Foi o primeiro evento público da campanha presidencial desde o início da pandemia, em março.

Eram esperados milhares de apoiadores, mas o comício não conseguiu nem lotar a arena, que tem capacidade para cerca de 19.000 pessoas. O medo de contrair coronavírus foi mais alto do que o desejo de ver Trump.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado.