A foto mostra o “garoto-propaganda” de um remédio inútil para o combate à Covid-19. A Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgou nesta sexta-feira (16),... Estudo global da OMS concluí que hidroxicloroquina e remdesivir são ineficazes no tratamento de pacientes com Covid-19

A foto mostra o “garoto-propaganda” de um remédio inútil para o combate à Covid-19.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgou nesta sexta-feira (16), a conclusão de um estudo global de seis meses, que envolveu mais de 30 países, 405 hospitais e mais de 11 mil pessoas, sobre a hidroxicloroquina, nas mãos do presidente Jair Bolsonaro, e o antiviral remdesivir.

Segundo o correspondente da TV Democracia em Genebra, na Suíça, Jamil Chade, os dois remédios tiveram resultados “decepcionantes” e se mostraram “pouco ou nenhum efeito sobre a mortalidade ou na redução do tempo de internação para pacientes com coronavírus”.

Eles também não ajudaram na recuperação mais rápida de pessoas internadas com a doença.

A pesquisa revelou que a combinação lopinavir/ritonavir e interferon não apresentou resultados positivos e tampouco ajudou os pacientes a sair do hospital mais cedo ou diminuiu a taxa de mortalidade por Covid-19.

As conclusões reforçam a estratégia da OMS de trabalhar pela maior campanha de vacinação da história, em 2021.

A hidroxicloroquina é um medicamento eficaz no tratamento da malária e foi usado experimentalmente na pandemia em pacientes como o presidente Jair Bolsonaro.

Ela foi abandonada por vários países, enquanto o governo federal fazia grandes estoques e tentava empurrá-los sem sucesso para os estados.

O remdesivir, um antiviral desenvolvido para a epidemia do ebola, teria sido utilizado pelo presidente dos EUA, Donald Trump.

O produto foi liberado para uso emergencial contra a Covid-19 pelas autoridades americanas.

Em nota, a empresa fabricante do remdesivir, Gilead Sciences, contestou a OMS: “Os dados parecem inconsistentes com evidências mais robustas de múltiplos estudos controlados publicados em revistas examinadas que validam o benefício clínico do remdesivir. Estamos preocupados que os dados deste ensaio global de rótulo aberto não tenham sido submetidos à revisão rigorosa exigida para permitir uma discussão científica construtiva”.

O laboratório também disse que os benefícios do remédio foram demonstrados em três ensaios clínicos.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Notice: Trying to access array offset on value of type null in /home/wp_vihbaf/democracia.tv/wp-content/themes/goliath/theme/theme-functions.php on line 1103

Notice: Trying to access array offset on value of type null in /home/wp_vihbaf/democracia.tv/wp-content/themes/goliath/theme/theme-functions.php on line 1103