A pandemia da Covid-19 já matou 1.133.356 pessoas e infectou outras 41.372.930 em todo o mundo. Os dados da Universidade Johns Hopkins (EUA) foram... Europa e EUA enfrentam aumento de casos de Covid-19

Nova York (foto Diana Suckeveris)

A pandemia da Covid-19 já matou 1.133.356 pessoas e infectou outras 41.372.930 em todo o mundo.

Os dados da Universidade Johns Hopkins (EUA) foram divulgados às 13h desta quinta-feira (22).

Pela ordem, os países com mais óbitos são EUA (222.324), Brasil (154.460), Índia (116.616), México (87.415) e Reino Unido (87.415).

Em números de casos, os cinco primeiros são EUA (8.347.982), Índia (7.706.946), Brasil (5.300.896), Rússia (1.453.923) e Argentina (1.037.325).

Nos EUA, nas últimas 24h foram registrados 62.735 novos casos, aproximadamente, 15 mil a menos do pico registrado em julho.

O número de mortes diárias tem passado de mil.

A farmacêutica americana Moderna anunciou hoje a inclusão de 30 mil voluntários na fase 3 de testes clínicos da vacina contra Covid-19, a mRNA-1273.

Cada um recebeu duas doses do medicamento.

A Irlanda é o primeiro país da Europa a entrar em um segundo confinamento.

Com 5 milhões de habitantes, a Irlanda teve 53.422 casos e 1.868 mortes, mas, registrou um avanço da pandemia em setembro, quando foram registrados 20.301 casos.

Por seis semanas, apenas os serviços essenciais poderão funcionar.

A capacidade nos transportes coletivos está limitada a 25%.

As escolas vão continuar abertas, mas a circulação das pessoas está restrita a um raio de 5 quilômetros de casa.

As exceções são os trabalhadores de serviços essenciais.

Outros países europeus, como a Itália (em duas regiões), o Reino Unido (em mais uma região) e a República Checa, também vão adotar medidas mais severas de quarentena.

A Espanha se tornou o sexto país do mundo com mais de 1 milhão de casos nesta quarta-feira (21) e a Alemanha bateu recorde de infectados em 24h (12.331).

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado.