O ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT-SP), foi absolvido por unanimidade da acusação de improbidade administrativa feita pelo Ministério Público do estado (MP-SP).... Fernando Haddad volta a ser absolvido de acusação de improbidade administrativa

O ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT-SP), foi absolvido por unanimidade da acusação de improbidade administrativa feita pelo Ministério Público do estado (MP-SP). A sentença foi mantida nesta terça-feira, pela 7ª Cãmara de Direito Público do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP).

Uma dívida de R$ 2,6 milhões da campanha de Haddad à prefeitura da capital paulista, em 2012, teria sido paga pelo ex-diretor da construtora UTC Engenharia, Ricardo Pessoa, a pedido do ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto.

Em delação premiada, Pessoa falou da suposta propina aos procuradores da Operação Lava Jato. A partir do depoimento, o MP-SP entrou com uma ação contra o ex-prefeito. Ela não foi aceita pelo juiz Thiago Baldani Gomes De Filippo, da 8ª Vara de Fazenda de São Paulo, em dezembro do ano passado.

O juiz entendeu que, em 2012, o político não era prefeito e os procuradores não conseguiram demonstrar qualquer vantagem obtida pela construtora durante a gestão dele na prefeitura de São Paulo. Uma prova disto é que Haddad cancelou um contrato de construção de um túnel, que seria feita pela empreiteira, em fevereiro de 2013.

O MP-SP recorreu da sentença e voltou a perder no julgamento realizado nesta terça-feira.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado.