A pandemia de Covid-19 matou 188.681 pessoas e contaminou outras 7.343.216 no Brasil. Os números do consórcio de veículos de mídia foram divulgados às... Governadores do NE pedem a suspensão de voos internacionais: Baixada Santista não vai obedecer governo de SP

A pandemia de Covid-19 matou 188.681 pessoas e contaminou outras 7.343.216 no Brasil.

Os números do consórcio de veículos de mídia foram divulgados às 13h desta quarta-feira (23).

Entre os novos casos, está o do governador interino de São Paulo, Rodrigo Garcia (DEM-SP).

Ele está isolado em casa.

O governador João Doria (PSDB-SP), que havia viajado para os EUA, onde iria passar férias, já está voltando para a capital paulisa.

Os 11 prefeitos do litoral paulista não vão obedecer o governo do estado, que determinou o recuo de todas as regiões para a fase vermelha, que prevê medidas mais restritivas de quarentena.

Entre elas, o funcionamento apenas dos serviços essenciais.

No entanto, os municípios da Baixada Santista vão permanecer na fase amarela, menos restritiva, e liberar o comércio não-essencial com restrições de horários e de capacidade máxima de pessoas.

Na reunião realizada nesta quarta-feira (23), os prefeitos atuais e eleitos decidiram que as praias serão bloqueadas nos dias 31 de dezembro e 1º de janeiro.

Santos (foto Beno Suckeveris)


“O objetivo é evitar a vinda das pessoas, porque as pessoas vem com o objetivo de passar o Réveillon na praia e isso não será possível”, disse o presidente do Conselho de Desenvolvimento da Baixada Santista (Condesb) e prefeito reeleito de Santos, Paulo Alexandre Barbosa.

Já é proibido o acesso de vans e ônibus de turismo de um dia em Santos e Guarujá, que montam barreiras sanitárias nos finais de semana.

Agora, a Condesb quer o apoio da Polícia Militar para que sejam implantadas barreiras nas rodovias que levam à Baixada Santista e o cancelamento da Operação Descida no sistema Anchieta-Imigrantes.

Outras duas cidades do litoral Norte, Caraguatatuba e São Sebastião, também não vão cumprir a ordem do governo estadual para endurecer a quarentena.

O governo de Santa Catarina vai recorrer contra a decisão da Justiça, que decretou a adoção de medidas mais rigorosas de quarentena no estado.

O consórcio do Nordeste formado pelos governadores de Sergipe, Bahia, Alagoas, Rio Grande do Norte, Ceará, Maranhão, Paraíba e Piauí pediu ao ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, que suspenda imediatamente os voos internacionais com partida ou destino para o Reino Unido, Dinamarca, Holanda e Austrália.

(foto Beno Suckeveris)


No documento divulgado nesta quarta-feira (23) e entregue ontem (22) ao ministro, os governadores nordestinos propuseram que o governo federal coloque em quarentena todos os passageiros que vierem de outros países países europeus além do Reino Unido, Dinamarca e Holanda, e que neste período eles sejam submetidos a exames RT-PCR para detecção de Covid-19.

A MSC Cruzeiros cancelou as viagens dos navios MSC Seaview e MSC Preziosa, que estavam planejadas para o litoral brasileiro entre 16 de janeiro e 31 de março de 2021.

A empresa alegou a demora do governo federal para autorizar os cruzeiros marítimos e prometeu reembolsar todos os passageiros que já fizeram reservas.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *