Em mais uma amostra de falta de planejamento, o governo Bolsonaro abriu licitação para a compra de 330 milhões de seringas e agulhas que... Governo Bolsonaro abre licitação para compra de 300 milhões de seringas e agulhas

Em mais uma amostra de falta de planejamento, o governo Bolsonaro abriu licitação para a compra de 330 milhões de seringas e agulhas que serão utilizadas na campanha nacional contra Covid-19.

O edital do pregão eletrônico foi publicado no Diário Oficial da União desta quarta-feira (16).

Os 330 milhões de kits não serão do mesmo padrão. A diferença está no tipo de agulha.

O prazo para entrega das propostas termina às 9h do dia 29 de dezembro.

O problema já poderia ter sido resolvido há seis meses, quando o ministério da Economia enviou ofício ao ministério da Saúde sobre a importação de seringas da China.

O documento ficou guardado na pasta dirigida pelo general Eduardo Pazuello, que prometeu resposta até o final do ano.

Nesta terça-feira (15), em entrevista ao apresentador José Luiz Datena, da Band, o presidente Jair Bolsonaro disse que vai autorizar a compra de qualquer vacina desde que aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), mas, que não pretender receber nenhuma dose e que a vacinação não poder ser obrigatória.

“Eu não vou tomar vacina e ponto final. Se minha vida está em risco, o problema é meu”.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *