“Estamos há um ano e meio sem corrupção no país. É como se fosse um século!”. A declaração foi dada pelo ministro da Economia,... Guedes nega aumento da carga tributária e comemora que o país não tem corrupção há um ano e meio

“Estamos há um ano e meio sem corrupção no país. É como se fosse um século!”.

A declaração foi dada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, durante videoconferência do Milken Institute, um centro de estudos econômicos da Califórnia (EUA), nesta terça-feira (20).

Guedes negou que vai haver aumento da carga tributária, garantiu que o governo não vai furar o teto de gastos e pediu para que os investidores internacionais mantenham ativos no Brasil.

O ministro disse que eles deveriam aguardar os efeitos das reformas estruturais que o governo pretende implementar em 2021:”Será um grande erro não investir no Brasil”.

Ele falou também que haverá um remanejamento de impostos “inadequados”. A ideia é adotar um sistema tributário semelhante ao dos EUA.

“Não vamos aumentar impostos, e vamos reduzir juros corporativos. Nos Estados Unidos, derruba-se os impostos de empresas enquanto se taxa dividendos. Aqui, paga-se zero em dividendos e isso não é razoável. O que faremos é deixar o sistema parecido com o dos Estados Unidos: mais impostos nos dividendos e menos para empresas”.

Guedes afirmou que há um clima de harmonia com o Congresso e que espera aprovar a reforma tributária até o final do ano.

Ele até comparou a política econômica liberal do governo Bolsonaro com a do ex-presidente americano, Ronald Reagan, e a da ex-primeira-ministra do Reino Unido, Margaret Thatcher.

Guedes disse que houve “muito barulho” durante as eleições de 2018 a respeito de autoritarismo por parte do então candidato Jair Bolsonaro, mas que o governo se provou democrático.

Para evitar um eventual furo do teto de gastos, medida que limita o aumento das despesas do governo e um importante indicador da política fiscal, ele salientou o papel do ministério da Economia para conter a euforia da ala política, inclusive em relação À popularidade do presidente.

“Ele quer ser herói, mas nosso papel é segurá-lo abaixo do teto de gastos. É por isso que saí brigando com meus colegas [de governo], não há hipótese de abandonarmos essa agenda”.

Sobre a política ambiental do governo na Amazônia que já provocou saída de capital estrangeiro, o ministro afirmou que o país vem sendo “mal interpretado”.

“Nossa bandeira é verde e amarela, somos verdes, temos as matrizes energéticas mais verdes do mundo. Temos um problema enorme [de controle da região] porque é um território maior que a Europa. Tentamos arrumar ajuda para melhorar o problema, mas fica a impressão que estamos oprimindo índios. Não é justo com o Brasil. Brinco com meus amigos americanos que, nos Estados Unidos, vocês erradicaram os índios por ouro. Agradecemos a preocupação de vocês, mas ninguém é tão generoso com a população nativa como nós”.

Guedes tem planos ambiciosos para a Amazônia: “Os americanos transformaram o deserto de Nevada na capital do entretenimento, temos que transformar Manaus na capital de economia verde. Podemos fazer isso, é uma questão de incentivo. Vamos fazer politicas para preservar e transformar a região. O que fazemos hoje é subsidiar plantas fabris para povoar a floresta. Isso não está certo. É um grande erro, mas não podemos removê-los de lá”.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Notice: Trying to access array offset on value of type null in /home/wp_vihbaf/democracia.tv/wp-content/themes/goliath/theme/theme-functions.php on line 1103

Notice: Trying to access array offset on value of type null in /home/wp_vihbaf/democracia.tv/wp-content/themes/goliath/theme/theme-functions.php on line 1103