O Brasil chegou a cerca de 12,9 milhões de desempregados e o número de trabalhadores ocupados caiu para 84,4 milhões. Os números fazem parte... IBGE: Brasil registrou 12,9 milhões de desempregados e 84,4 milhões de trabalhadores ocupados em agosto

O Brasil chegou a cerca de 12,9 milhões de desempregados e o número de trabalhadores ocupados caiu para 84,4 milhões.

Os números fazem parte da Pesquisa Nacional de Amostra de Domicílios Covid-19 (Pnad-Covid19) referente ao mês de agosto, que foi divulgada nesta quarta-feira (23) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que apura o mercado de trabalho durante a pandemia.

De maio até agosto, 2,9 milhões de trabalhadores ficaram desempregados.

No mesmo período houve uma queda de 2,7 % no número de ocupados.

A média nacional de taxa de desocupação ficou em 13,6%, sendo que ela foi superada no Nordeste (15,7%), Norte (14,2%) e no Sudeste (14,8%).

No Centro-Oeste (12,2%) e Sul (10,0%), o índice ficou abaixo da média nacional. De julho para agosto, apenas na região Sul houve queda.

O recorde de desempregados durante a pandemia chegou a cerca de 13,7 milhões de pessoas.

Segundo o IBGE, o desemprego é maior entre as mulheres (16,2% diante de 11,7% dos homens), nas pessoas de cor preta ou parda (15,4% contra 11,5% dos brancos) e nos jovens de 14 a 29 anos (23,3%).

Quanto maior a escolaridade (nível superior completo ou pós-graduação), menor a taxa de desemprego (6,8%).

A informalidade, que empregava 29,3 milhões de pessoas em maio, caiu aproximadamente 5% em agosto (27,9 milhões).

No entanto, em relação a julho (27,4 milhões), houve alta de cerca de 2% neste contingente, a maior em um mês.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado.