Uma péssima notícia para quem é inquilino. O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M) subiu 0,96% em dezembro e termina 2020 com alta de 23,14%,... IGP-M sobe 0,96% em dezembro e fecha 2020 com a maior alta em 18 anos

São Paulo (foto Beno Suckeveris)

Uma péssima notícia para quem é inquilino.

O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M) subiu 0,96% em dezembro e termina 2020 com alta de 23,14%, a maior desde 2002 (25,31%).

Os dados foram divulgados pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) nesta terça-feira (29).

O IGP-M é utilizado como referência em contratos como os de aluguel de imóveis.

Este ano, o índice foi pressionado pelos aumentos da cotação do dólar e dos preços das commodities.

O IGP-M é composto por três índices.

O de maior peso (60%) é o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que acumulou alta de 31,63% em 2020.

Em seguida, vem o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), com peso de 30% no IGP-M, que subiu 4,81% neste ano.

O terceiro componente é o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), que tem peso de 10% e avançou 8,66%.

Em novembro, o IGP-M teve alta de 3,28%.

A desaceleração em dezembro se deve a uma queda no preço das matérias-primas.

“As matérias-primas brutas caíram 0,74% em dezembro. As principais contribuições para este movimento partiram das commodities: soja (11,91% para -8,93%), bovinos (7,40% para -0,58%) e milho (21,85% para -2,17%)”, disse em nota o coordenador da pesquisa, André Braz.

Ele ressaltou que os preços da soja e do milho estão em alta nas bolsas internacionais, o que pode frear eventuais quedas no IGP-M.

Os maiores impactos no IPA vieram do óleo diesel (7,8%), minério de ferro (4,34%) e a carne bovina (3,42%).

Já o IPC foi pressionado pelas altas das passagens aéreas (14,62%), da tarifa de luz residencial (8,59%) e da gasolina (1,26%).

No INCC, os preços que mais subiram foram os dos tubos e conexões de ferro e aço (6,08%), vergalhões e arames de aço ao carbono (4,57%) e dos tijolos e telhas cerâmicas (3,82%).

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado.