A Justiça Federal arquivou a ação movida pelo PSOL contra o presidente Jair Bolsonaro. Ele havia incentivado os correligionários a invadir hospitais para filmar... Justiça Federal rejeita ação contra Bolsonaro, que incentivou invasão de hospitais durante a pandemia

A Justiça Federal arquivou a ação movida pelo PSOL contra o presidente Jair Bolsonaro. Ele havia incentivado os correligionários a invadir hospitais para filmar os leitos destinados a pacientes com coronavírus.

Hospitais de São Paulo e Rio de Janeiro chegaram a ser invadidos por pessoas, que não obedeceram os protocolos de saúde e colocaram em risco a saúde de pacientes e da população em geral.

O partido queria que os vídeos fossem retirados das redes sociais e que Bolsonaro fosse condenado a pagar uma indenização por danos morais coletivos.

O juiz Paulo Cezar Duran, da 10ª Vara Cível Federal de São Paulo, rejeitou a ação por entender que não cabe a um partido mover uma ação civil pública. Ele não analisou o mérito da causa.

O presidente segue em recuperação do coronavírus, mas sem respeitar regras básicas como o uso de máscara em público e o distanciamento social. Ele despacha por videoconferência na residência oficial do Palácio da Alvorada.

Nesta sexta-feira (24), Bolsonaro participou da cerimônia de comemoração dos 92 anos da Polícia Rodoviária Federal. À tarde, estão previstas reuniões com o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, e com o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Jorge Oliveira.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado.