O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou nesta quarta-feira (29), o lançamento da cédula de R$ 200. O lobo-guará, um dos animais-símbolo do Cerrado e... Lobo-guará vai estampar a nova cédula de R$ 200, que entra em circulação em agosto

O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou nesta quarta-feira (29), o lançamento da cédula de R$ 200.

O lobo-guará, um dos animais-símbolo do Cerrado e que está ameaçado de extinção, vai estampar a nota.

Segundo o Banco Central (BC), a nova cédula deverá entrar em circulação daqui a um mês. A previsão é que 450 milhões de notas sejam impressas até o final do ano. O custo será de R$ 113,4 milhões, já incluída a impressão de 170 milhões de cédulas de R$ 100.

É a primeira vez em 18 anos é criada uma nova cédula de Real. Desde 2001, o BC utiliza imagens de animais da fauna brasileira ameaçados de extinção para estampar as notas.

A diretora de administração do BC, Carolina de Assis Barros, disse que a cédula está em fase final de testes de impressão e que por questões de segurança, ela não será revelada antes de ficar pronta. “Como as demais cédulas, tem elementos de segurança robustos e capazes de proteger de falsificação. Quanto maior o valor, maior é a preocupação”.

Ela afirmou que o BC está atento à demanda da população por mais meio circulante: “Se (a demanda) existe, a gente precisa atender. A gente não sabe por quanto tempo essa demanda adicional por dinheiro vai durar”.

A diretora também comentou que, em momentos de incerteza, com a pandemia, as pessoas tendem a fazer saques e acumular dinheiro em espécie: “Isso não é um fenômeno do nosso país, e isso gerou um aumento expressivo de demanda nas casas impressoras”.

Ela negou que a criação da nova cédula tenha relação com inflação: “Temos um sistema de metas. No momento, a inflação é baixa, estável e controlada”.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado.