Mais três países europeus começaram a campanha de vacinação contra a Covid-19 nesta segunda-feira (28). Letônia, Luxemburgo e Bélgica vão utilizar a vacina Pfizer/BioNTech... Mais 3 países europeus começam a vacinar contra a Covid-19: amanhã é a vez da Argentina

Mais três países europeus começaram a campanha de vacinação contra a Covid-19 nesta segunda-feira (28).

Letônia, Luxemburgo e Bélgica vão utilizar a vacina Pfizer/BioNTech na imunização dos seus cidadãos.

Em Luxemburgo, a campanha começou com a aplicação do imunizante em dois enfermeiros.

Um idoso de 96 anos e duas mulheres centenárias foram os primeiros a receberem a primeira das duas doses da vacina na Bélgica.

O país é a sede da fábrica da Pfizer responsável pela produção e distribuição da vacina na Europa.

Hoje, houve um problema de logística que vai atrasar a entrega do produto a oito países.

Segundo a Pfizer, a produção não foi atingida pelo problema, que obrigou a empresa a fazer uma mudança no cronograma de distribuição.

Ela não informou quais os países atingidos pelo problema.

A imunização na União Europeia (UE) começou no sábado (26) na Alemanha, Hungria e Eslováquia e prosseguiu no domingo (27) na maioria dos países do bloco.

Apenas a Holanda adiou para janeiro o início da campanha de vacinação.

Sem contar os números da UE, mais de 4,5 milhões de pessoas já foram vacinadas contra a Covid-19 no mundo todo.

Na América Latina, apenas o Chile, o México e a Costa Rica começaram a imunizar a população.

Nesta terça-feira (29), será a vez da Argentina.

No Brasil, a campanha nacional está prevista para fevereiro, mas o estado de São Paulo poderá iniciar a vacinação no dia 25 de janeiro, se a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) liberar o uso da Coronavac, a vacina desenvolvida pela chinesa Sinovac e pelo Instituto Butantan.

A prioridade na UE é vacinar idosos e profissionais da saúde. Em várias cidades, foram registradas filas nos postos de vacinação.

Diante da grande demanda, alguns países convocaram médicos aposentados para ajudar na campanha e até mudaram as regras sobre quem tem autorização para aplicar as injeções.

Até o dia 31, a UE deverá receber 12,5 milhões de doses.

Como a vacina Pfizer/BioNTech necessita de duas doses por pessoa para prevenir contra a Covid-19, a quantidade vai atender 6,25 milhões de europeus.

A UE já encomendou mais de 2 bilhões de doses e prevê que todos os adultos sejam imunizados até o final de 2021.

A Alemanha vai começar amanhã (29) a vacinação com a Sputnik V, a vacina russa desenvolvida pelo Instituto Gamaleya de Moscou.

No mesmo dia, será a vez da Irlanda iniciar a imunização de sua população.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *