Mais de um milhão de pessoas são esperadas no velório do craque Diego Maradona. Longas filas começaram a ser formadas desde à noite desta... Mais de 1 milhão de pessoas são esperadas no velório de Maradona

Mais de um milhão de pessoas são esperadas no velório do craque Diego Maradona.

Longas filas começaram a ser formadas desde à noite desta quarta-feira (25) em frente à Casa Rosada, sede do governo argentino, em Buenos Aires, onde acontece o velório.

Houve uma cerimônia restrita à família e amigos como companheiros da seleção campeã do mundo de 1986.

O Papa Francisco, que é argentino e torcedor de um dos rivais do time de coração de Maradona, o Boca Juniors, enviou um rosário e uma carta de condolência aos familiares.

Antes da abertura dos portões às 6h desta quinta-feira (26), houve tumulto que foi controlado pelas forças de segurança.

Depois, a multidão entrou pacificamente na Casa Rosada e prestou homenagem ao ídolo.

O corpo de Maradona foi colocado em um caixão fechado.

O presidente Alberto Fernández também esteve no velório.

A previsão é de que o velório termine na tarde de hoje (26).

O enterro será no cemitério Bella Vista.

Maradona morreu ontem (25) aos 60 anos, vítima de uma parada cardiorrespiratória.

O Boca Juniors homenageou-o iluminando apenas o camarote dele no estádio de La Bombonera e no placar, estava inscrito a mensagem “Diego Maradona – 1960 e o símbolo de infinito”.

Em Porto Alegre, o jogo entre Internacional e Boca pela Libertadores da América foi adiado para a semana que vem.

O time gaúcho iluminou o estádio do Beira-Rio com as cores azul e branca da Argentina. Coincidentemente, são as cores do rival Grêmio.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *