O primeiro-ministro Boris Johnson não descarta a decretação de um novo lockdown no Reino Unido se a pandemia do coronavírus não for controlada nas... Mais de 13 milhões de britânicos entram em fase mais severa de quarentena por causa do avanço da pandemia

Londres

O primeiro-ministro Boris Johnson não descarta a decretação de um novo lockdown no Reino Unido se a pandemia do coronavírus não for controlada nas próximas semanas.

De acordo com o levantamento da Universidade Johns Hopkins divulgado às 10h desta terça-feira (22), o país é o quinto do mundo em número de mortes por Covid-19 (41.877) e passou de 400 mil casos (401.122).

Só nas últimas 24h foram registrados 4.378 novos casos, número que se aproxima do recorde registrado em 22 de abril (5.505).

Por isso, medidas mais restritivas de quarentena foram decretadas no norte da Inglaterra e no País de Gales, onde vivem mais de 13 milhões de pessoas ou 1/5 da população britânica.

Elas entrarão em vigor na próxima quinta-feira (24).

A multa para quem desobedecer as regras é de cerca de R$ 1.400, pesada mesmo para os padrões locais.

Os tradicionais bares, os pubs, e os restaurantes terão que fechar às 22h. A norma de identificar os frequentadores continua mantida.

O governo também determinou o veto à volta de torcedores aos estádios de futebol.

Johnson anunciou as novas medidas na sessão do Parlamento desta terça-feira e deve falar em rede nacional ainda hoje (22).

O governo britânico vai monitorar os números da pandemia e poderá estender o lockdown por seis meses caso não haja queda nas estatísticas.

O Reino Unido foi um dos últimos países europeus a combater a Covid-19 com mais rigor.

Até Johnson contraiu a doença e chegou a ficar internado por vários dias numa Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital londrino.

O impacto da pandemia foi devastador também na economia.

O Produto Interno Bruto (PIB), a soma de todas as riquezas produzidas pelo país, caiu 20,4% no 2º trimestre e a tendência é o Reino Unido continuar em recessão.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado.