A Polícia Civil do Amapá deflagrou a 2ª fase da Operação Ladino nos 16 municípios do estado nesta quarta-feira (29). Na 1ª fase, em... Mais de 400 criminosos do Amapá receberam indevidamente o Auxílio Emergencial

A Polícia Civil do Amapá deflagrou a 2ª fase da Operação Ladino nos 16 municípios do estado nesta quarta-feira (29).

Na 1ª fase, em junho, 70 criminosos foram presos por receberem indevidamente o Auxílio Emergencial de R$ 600.

Os alvos de hoje (29) são outros condenados da Justiça. Os policiais cumprem 55 mandados de prisão temporária ou definitiva. Até às 10h, mais de 30 criminosos já tinham sido capturados.

AS investigações começaram com o cruzamento de dados da Controladoria-Geral da União (CGU) com os do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Os condenados receberam o benefício usando os próprios Cadastros de Pessoa Física (CPFs).

De acordo com o chefe da Policia Civil do Amapá, Uberlândio Gomes, mais de 400 criminosos foram identificados, mas a Operação foi dividida em etapas por questões de segurança e saúde: “Não podemos de uma forma irresponsável colocar centenas de pessoas em uma cela. Tem que ter essa cautela para preservar a integridade física e a saúde do preso, como também de nossos policiais. Por isso a gente vem fazendo o fatiamento na operação”.

O Auxílio Emergencial chegou a condenados e procurados por envolvimento em crimes como homicídio, estupro, latrocínio, roubo e tráfico de drogas.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado.