(Assista) Cláudio Maierovitch alerta sobre necessidade de conscientizar a população Por Rafael Bruza O médico sanitarista da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) de Brasília, Cláudio... Medidas de isolamento demoram de 2 a 3 semanas para ser percebidas, explica médico da Fiocruz

(Assista) Cláudio Maierovitch alerta sobre necessidade de conscientizar a população

Por Rafael Bruza

O médico sanitarista da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) de Brasília, Cláudio Maierovitch, afirma em entrevista à TV Democracia, nesta sexta-feira (08), que políticas de distanciamento e isolamento social, feitas contra a pandemia do covonavírus, precisam vigorar por um tempo para ser percebidas pela população.

“Qualquer medida adotada demora um tempo para ser percebida. Se hoje adotarmos o confinamento completo no Brasil, provavelmente em 2 ou 3 semanas é que vamos perceber um viés da curva para baixo. Isso não vai acontecer amanhã”, explica.

As medidas de isolamento social são apontadas por especialistas e pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como políticas eficazes para reduzir a transmissão do coronavírus. A detecção de novos casos, proteção de profissionais da saúde e tratamento dos infectados  são outras medidas recomendadas pela OMS contra a pandemia.

O sanitarista também alerta para a necessidade de conscientização da população.

“As pessoas no Brasil acreditaram que existe um tempo provável para acontecimento da epidemia e depois ela vai embora, como se fosse um inverno ou algum fenômeno natural cíclico. Elas têm que ganhar consciência de que este movimento da epidemia só vai acontecer se houver interferência externa (com medidas de contenção)”, conclui.

 

 

Fabio Pannunzio

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado.