O Festival de Besteira que Assola o País (Febeapá) versão governo Jair Bolsonaro ganhou mais um capítulo nesta sexta-feira (9). Em audiência pública na... Ministra da Agricultura diz que desastre no Pantanal poderia ser menor se “tivéssemos um pouco mais de gado na região”

O Festival de Besteira que Assola o País (Febeapá) versão governo Jair Bolsonaro ganhou mais um capítulo nesta sexta-feira (9).

Em audiência pública na comissão do Senado que acompanha as ações de combate às queimadas no Pantanal, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, declarou que, além do couro e da carne, o boi tem uma propriedade que ninguém sabia.

“O boi é o bombeiro do Pantanal, porque é ele que come aquela massa do capim, seja ele o capim nativo ou o capim plantado, que foi feita a troca, é ele que come essa massa para não deixar como este ano nós tivemos. Com a seca, a água do subsolo também baixou os níveis. Essa massa virou um material altamente combustível”.

Para ela, o desastre no bioma seria menor se “tivéssemos um pouco mais de gado no Pantanal”.

A ministra talvez ignore que a Polícia Federal tenha aberto inquérito contra proprietários de grandes fazendas da região de Corumbá, que são acusados de causar os incêndios no Pantanal.

Só este ano, a área devastada pelo fogo chegou a quase 33 mil km².

É como se o Distrito Federal e Alagoas fossem destruídos pelos incêndios.

Em 2019, o Pantanal teve 20.835 mil km² atingidos pelo fogo. Ou seja, o número já foi superado em muito pelo registrado em 2020.

A Comissão do Senado aprovou um pedido para que o Pantanal seja incluído no Conselho Nacional da Amazônia Legal pelos próximos cinco anos.

O presidente do Conselho criado em fevereiro é o vice-presidente Hamilton Mourão.

Se o requerimento de autoria da senadora Simone Tebet (MDB-MS) for aceito pelo presidente Jair Bolsonaro, o Pantanal poderá receber mais recursos financeiros e de logística, como mais helicópteros, brigadistas e soldados da Força Nacional para o combate a futuras queimadas.

Na semana que vem, a ministra Tereza Cristina e integrantes da Frente Parlamentar da Agropecuária viajarão para Portugal.

Eles vão tentar convencer os parlamentares europeus a aprovar o acordo entre a União Europeia e o Mercosul.

O principal obstáculo é a política ambiental dos países sul-americanos, especialmente, a do Brasil.

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Notice: Trying to access array offset on value of type null in /home/wp_vihbaf/democracia.tv/wp-content/themes/goliath/theme/theme-functions.php on line 1103

Notice: Trying to access array offset on value of type null in /home/wp_vihbaf/democracia.tv/wp-content/themes/goliath/theme/theme-functions.php on line 1103